Topo

Futebol


Paulo Nobre critica arbitragem e VAR, e pede que torcida apoie o Palmeiras

Paulo Nobre, ex-presidente do Palmeiras - Keiny Andrade - 24.nov.2016 / Folhapress
Paulo Nobre, ex-presidente do Palmeiras Imagem: Keiny Andrade - 24.nov.2016 / Folhapress

Do UOL, em São Paulo

12/08/2019 12h34

O ex-presidente do Palmeiras, Paulo Nobre, usou seu perfil no Twitter hoje (12) para reclamar da arbitragem de Igor Junio Benevenuto na partida entre o clube alviverde e o Bahia, que aconteceu no último domingo (11) e terminou empatada em 2 a 2.

O dirigente ficou incomodado com a postura do árbitro na partida, que teve dois pênaltis a favor do Bahia marcados com auxílio do VAR, e pediu calma ao torcedor palmeirense.

"Complicado (fazer) hoje qualquer comentário com todo mundo puto! Ontem a expulsão do Felipe Melo, nosso melhor jogador ultimamente, e dois penais via VAR decidiram o jogo. Triste, mas além disso, o que me chateia/preocupa MUITO é a falta de "medo" de errar contra nós em TODOS lances/jogos. Gera insegurança", escreveu o ex-dirigente, antes de acrescentar:

"Palmeirense, o Brasileirão não está nem na metade, estamos SUPER na briga! A Liberta estamos vivíssimos. Por mais difícil que seja, temos que controlar nosso espírito SUPER passional e apoiar esse elenco/comissão técnica, pois não podemos nos tornar mais um adversário nesta dificílima temporada."

O dirigente está afastado do clube desde que deixou seu mandato e foi substituído por Maurício Galiotte na presidência. No início do mês, Nobre foi advertido pelo Conselho Deliberativo do Palmeiras por conta do caso Blackstar. O ex-presidente não compareceu à reunião que analisou o caso.

Logo depois, foi lida uma carta enviada por ele em fevereiro ao conselho para comunicar sua renúncia do cargo de conselheiro vitalício.

O Palmeiras volta a jogar no próximo sábado (17), quando enfrenta o Grêmio, às 21h (de Brasília), pela 15ª rodada do Campeonato Brasileiro.

Mais Futebol