Topo

Tênis

Rogerinho vira e vence após mais de 4h e avança em Roland Garros; Bia perde

Martial Trezzini/Keystone via AP
Imagem: Martial Trezzini/Keystone via AP

Do UOL, em São Paulo

29/05/2017 13h01Atualizada em 29/05/2017 17h33

O tenista Rogério Dutra conseguiu vitória heroica, de virada, nesta segunda-feira, pela primeira rodada de Roland Garros. O paulista de 33 anos derrotou o russo Mikhail Youzhny, por 3 sets a 2 (4-6, 7-6,2-6,7-6 e 6-2) após 4h11min de jogo.

Rogerinho perdia por 2 sets a 1 e com desvantagem de 2 games a 0 no quarto set, mas conseguiu reverter o placar desfavorável. Foi a primeira vitória do brasileiro em Roland Garros na sua carreira - ele vinha de três eliminações seguidas na primeira rodada nos últimos três anos.

O adversário de Rogerinho na próxima rodada é Milos Raonic, número 5 do ranking mundial.

Número 78 do ranking, Rogerinho entrou em quadra nesta segunda dias após se recuperar de torção no tornozelo direito.

Na quarta-feira, ele abandonou partida contra o suíço Stan Wawrinka, pela segunda rodada do ATP 250, em Genebra. O jogo apontava vitória parcial de Wawrinka por 5 a 2, no set inicial.

Nesta segunda, Rogerinho e Youzhny travaram jogo parelho. O russo se deu melhor nas subidas a redes, com aproveitamento de 94% nos dois primeiros sets (15 acertos em 16 tentativas). Já o brasileiro pecou no fundamento (apenas 44% de aproveitamento nos dois primeiros sets).

Derrotado no 1º set, Rogerinho conseguiu incrível reação no 2º set. Ele estava perdendo por 4 games a 1, mas levou o set para o tie break, vencendo por 7 a 5.

No 3º set, Rogerinho começou fazendo 1 a 0, mas Youzhny virou o set, fechando em 6 a 2. No 4º set, o russo abriu 2 games a 0, mas Rogerinho se recuperou e o set foi para o tie break novamente. O tenista brasileiro fez 7 a 4, levando a decisão para o set final.

No último set, Rogerinho saiu na frente com 2 a 0 e administrou a vantagem até o fim, com 6 a 2.

Bia Haddad rouba set, mas é derrotada

Pascal Rossignol/Reuters
Imagem: Pascal Rossignol/Reuters

Na véspera de seu aniversário de 21 anos, Bia Haddad foi derrotada por Elena Vesnina pelo placar de 2 sets a 1, com parciais de 6/2, 3/6 e 6/4, em jogo válido pela primeira rodada de Roland Garros, disputado nesta segunda-feira (29). A partida foi a primeira da tenista brasileira em um Grand Slam – ela furou o qualifying antes de enfrentar a russa, 15ª colocada no ranking mundial e cabeça de chave número 14 do torneio.

Bia começou sendo quebrada por Vesnina logo no primeiro game. A brasileira chegou a abrir 30 a 0 na quarta parcial, ficando perto de pontuar no serviço da adversária, mas não conseguiu. A russa ainda obteve mais uma quebra e fechou o primeiro set com 6/2.

Confirmado seus dois primeiros serviços do segundo set e conseguindo uma quebra, Bia abriu 3 a 0 e conseguiu sua primeira liderança da partida. O bom início de parcial da brasileira virou até destaque em um dos perfis oficiais da WTA no Twitter.

Bia teve seis chances de abrir 4 a 0, mas viu Vesnina conseguir vencer o quarto game. A brasileira ainda sofreu uma quebra, mas devolveu na mesma moeda, interrompendo a reação da russa e vencendo a parcial por 6/3.

No terceiro set, Bia foi quebrada no quarto game, o que permitiu a Vesnina abrir 4 a 1 ao confirmar seu serviço. Apesar de ter mostrado personalidade e de ter conseguido duas quebras, a brasileira não foi páreo para a número 15 do mundo, que fechou a parcial em 6/4 e garantiu a vitória.

Durante o jogo, o barulho que Vesnina fazia ao bater na bola arrancou brincadeiras por se parecer com "Maia", outro sobrenome de Bia Haddad.

"Comecei um pouco nervosa, ansiosa, a menina estava melhor do que eu. Eu só fui me soltar no final do primeiro set, entrei no jogo, consegui mexer ela, que era o meu objetivo, e acabei ganhando o segundo set. No terceiro, ela começou muito bem, isso acabou fazendo a diferença para ela abrir a vantagem do início. Eu ainda lutei, fiquei no jogo e foi uma pena... Eu não consegui usar bem o primeiro saque, isso me fez ficar muito a mercê no set", avaliou Bia, após a partida.

Na segunda rodada, Vesnina vai enfrentar a americana Varvara Lepchenko, que estreou com vitória sobre a alemã Andrea Petkovic por 2 sets a 1, com parciais de 6/4, 3/6 e 6/3.

A derrota para Vesnina encerrou o melhor mês da carreira de Bia. Em maio, a tenista venceu Samantha Stosur, então 19ª colocada no ranking profissional, pelo Torneio de Praga, encerrando tabu de 28 anos, e se tornou a oitava brasileira da história a aparecer no top 100 da WTA.

A classificação para a chave principal de Roland Garros, também conquistada no mês, levou Bia a disputar um Grand Slam pela primeira vez na carreira e concluir sua volta por cima após uma série de lesões. Enquanto se recuperava, a tenista usou o otimismo e a meditação como trunfos para atingir seu nível mais alto até aqui.

Vale lembrar que Bia já tem vaga garantida na chave principal de Wimbledon sem precisar passar pelo qualifying.

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!