Topo

Esporte

Rivaldo critica final da Libertadores em Madri e Bola de Ouro para Modric

Phil Cole/Getty Images
Rivaldo em ação pelo Barcelona em 2000 Imagem: Phil Cole/Getty Images

07/12/2018 12h29

Madri, 7 dez (EFE).- O ex-jogador brasileiro Rivaldo criticou nesta sexta-feira a medida da Conmebol de tirar o segundo jogo da Taça Libertadores, entre River Plate e Boca Juniors, da Argentina e levar para a Espanha, e a escolha do croata Luka Modric, do Real Madrid, como vencedor da Bola de Ouro, da revista "France Football".

"É sem sentido. A decisão de jogar em Madri é ruim para a Argentina e para a segurança do país. Muitas pessoas começarão a pensar que a Argentina não está em condições de abrigar eventos de prestígio. Deveriam enfrentar o problema e não fugir para outro continente", disse o antigo jogador de Corinthians, Palmeiras, Cruzeiro e São Paulo.

Sobre o prêmio de melhor jogador do mundo, Rivaldo avaliou a vitória de Modric como sem sentido, e apontou que o vencedor do prêmio deveria ter sido o atacante português Cristiano Ronaldo, da Juventus.

"A ausência de Ronaldo está motivada por um sentimento de injustiça. As suas expectativas não se cumpriram depois de uma temporada de tanto êxito", disse o brasileiro.

Mais Esporte