Topo

Basquete


Drake vai de 'torcedor chato' a personagem de título inédito dos Raptors

Vaughn Ridley/Getty Images/AFP
Drake vibra durante partida entre Toronto Raptors e Golden State Warriors Imagem: Vaughn Ridley/Getty Images/AFP

Do UOL, em São Paulo

2019-06-14T11:58:00

14/06/2019 11h58

O Toronto Raptors conquistou o título da NBA ao bater o Golden State Warriors e fez a alegria dos seus torcedores, especialmente do rapper Drake. O cantor esteve à beira da quadra na Scotiabank Arena nos jogos da final no Canadá e também ganhou destaque nas redes sociais. Provocativo ou solidário, o ilustre torcedor da franquia foi um dos principais personagens da inédita conquista dos canadenses.

Fanático e embaixador dos Raptors, o cantor é amigo dos jogadores e tem acesso livre ao time. Ele, inclusive, comemorou a classificação para a final de dentro do vestiário. O ímpeto de Drake até criou problema para a NBA antes da final. A liga conversou com o músico e pediu moderação antes do primeiro jogo contra os Warriors, mas ficou claro que não adiantou muito.

Ao longo da série contra Golden State, não faltaram provocações entre Drake e jogadores rivais. A confusão começou na primeira partida decisiva.

O cantor foi ao ginásio com uma camisa de Dell, pai de Stephen Curry e ex-jogador dos Raptors. Os dois trocaram algumas palavras, mas em tom de ironia. Mais tarde, Drake discutiu com Draymond Green após a vitória da equipe canadense e chegou a chamar o atleta de "lixo".

O clima quente continuou após a vitória dos Warriors na segunda partida. Já no túnel para o vestiário, Klay Thompson cumprimentou os companheiros e soltou o verbo contra o rapper. "Vejo você na Baía (San Francisco), Aubrey (primeiro nome de Drake). Você não está falando esta noite, está?", afirmou o atleta.

Reprodução
Imagem: Reprodução
A história não parou por aí. Drake "deu o troco" após a vitória dos Raptors no jogo 3, na casa dos Warriors. "Permaneçam dourados, meus amigos... boa noite", escreveu o cantor na legenda de uma imagem de Thompson. A provocação faz referência ao slogan "Stay Golden" (Permaneça dourado, em inglês) que estampou camisas dos torcedores da franquia californiana no terceiro jogo da decisão.

Toronto venceu de novo fora de casa no jogo 4 e "sobrou" novamente para Draymond Green. O rapper publicou um vídeo e imagens do jogador dos Warriors com um blazer rosa. Drake comparou Green com Michelle Obama e Oprah.

Com um detalhe: antes mesmo de Toronto sacramentar o título, ele já apontou o ala como culpado nos Warriors pela perda da final: "Ei, Draymond, você realmente usou esse traje. Você é a razão da derrota do Golden State Warriors nas finais. De onde você tirou esse blazer?".

Golden State seguiu vivo após vencer o jogo 5, mas desta vez a provocação deu lugar à solidariedade com a lesão de Kevin Durant no tendão de Aquiles. Ele deixou a partida e ganhou apoio de Drake. O episódio serviu como "trégua" no bate-boca.

"Foi difícil para qualquer um de nós até mesmo aproveitar esse jogo depois de ver essa cena. Orando por nosso irmão. Essa é a minha única preocupação esta noite, o seu bem estar. 'O jogo precisa de mim' é um eufemismo quando se trata do (número) 35. Por favor, deseje o melhor para este verdadeiro guerreiro", escreveu o cantor no Instagram.

O jogo 6 foi marcado pela ausência de Drake. O rapper não foi até a Oracle Arena, em Oakland, por questões de segurança. Assim, ele ficou em Toronto para assistir ao duelo. Os Raptors sacramentarem o título na partida de ontem, com uma vitória por 114 a 110. Festa dos torcedores "comuns" e de Drake.

Kyle Terada/USA TODAY Sports
Imagem: Kyle Terada/USA TODAY Sports