Mudança para Madri fez River perder até o vestiário de mandante

Do UOL, em São Paulo

  • Alejandro Pagni/AFP

O mando do segundo jogo da final da Libertadores, em tese, é do River Plate, mas o clube não terá nada familiar no duelo deste domingo (9). Além de não poder jogar no Monumental de Núñez, a equipe nem sequer usará o vestiário do mandante do Santiago Bernabéu, palco da partida contra o Boca Juniors.

Leia também:

A decisão partiu da Conmebol e teve relação com os lados das torcidas no estádio, mais uma mudança em relação ao primeiro jogo. Se na Bombonera apenas torcedores do Boca assistiram ao confronto, no Santiago Bernabéu cada torcida ficará atrás de um gol.

Como o vestiário mandante é mais próximo do local dos fãs do Boca, a Conmebol decidiu dá-lo aos comandados de Schelotto.

A final da Libertadores foi levada para Madri depois do adiamento do segundo jogo, inicialmente marcado para o dia 24 de novembro, no Monumental de Núñez, na Argentina. Na ocasião, o ônibus do Boca Juniors foi alvo de ataques de torcedores do River Plate e a partida foi adiada.

A partida entre River Plate e Boca Juniors está marcada para este domingo (9), às 17h30 (de Brasília), no Santiago Bernabéu, estádio do Real Madrid.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos