Torcedora que colou sinalizador em criança é banida de estádios por 3 anos

Do UOL, em São Paulo (SP)

  • Reprodução/Internet

    Torcedora está proibida de ir ao estádio com os filhos

    Torcedora está proibida de ir ao estádio com os filhos

A mulher flagrada colando sinalizadores no corpo de uma criança na Argentina, horas antes do que seria a final da Copa Libertadores entre River Plate x Boca Juniors, no último dia 24, teve a pena pelo ato reduzida nesta quinta-feira (6). Condenada à prisão anteriormente, a torcedora do time millonario viu a pena ser reduzida para três anos de suspensão de jogos no país, sendo proibida de frequentar estádios neste período.

Leia mais

Além do veto aos jogos, a torcedora também prestará serviços comunitários pelo ato, que tomou grandes proporções após ser compartilhado nas redes sociais durante as horas anteriores ao duelo. Não demorou um dia para as autoridades acharem a responsável.

A mulher foi flagrada por uma pessoa na rua tentando esconder sinalizadores no corpo de uma criança, que não passaria pela revista próximo ao Monumental de Nuñez. Rapidamente as imagens se multiplicaram, o que gerou mídia para a Polícia investigar o caso. De acordo com o Olé, a criança usada é um dos quatro filhos da torcedora do River Plate.

Em entrevista concedida nesta quinta-feira à Rádio Delta 90.3, o advogado da mulher, Carlos Brotmtan, confirmou também que ela vai passar por um tratamento psicológico enquanto realizará serviços comunitários.

Adiado como consequência do ataque ao ônibus do Boca Juniors nas cercanias do estádio, River x Boca decidem o campeão da Copa Libertadores neste domingo, às 17h30 (de Brasília), no Estádio Santiago Bernabéu, em Madri. A partida terá como palco a Europa depois de autoridades argentinas não darem a garantia de segurança para a realização do duelo no país.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos