Klopp reclama do comportamento de Neymar e do PSG em duelo decisivo

Do UOL, em São Paulo (SP)

  • Clive Rose/Getty Images

    Neymar e o PSG foram criticados por Jurgen Klopp depois do duelo de quarta-feira (29)

    Neymar e o PSG foram criticados por Jurgen Klopp depois do duelo de quarta-feira (29)

O Liverpool perdeu por 2 a 1 para o Paris Saint-Germain na última quarta-feira (28) e se complicou na disputa por uma vaga às oitavas de final da Liga dos Campeões. Obviamente o resultado frustrou o técnico Jurgen Klopp. Porém, outra situação ocorrida no gramado incomodou mais o alemão: o comportamento dos jogadores do clube francês, especialmente Neymar.

Leia mais

Em entrevista concedida depois da partida, o treinador alemão do Liverpool questionou a reação dos rivais nas faltas sofridas e admitiu que isso irritou os atletas da equipe inglesa no Parque dos Príncipes.

"Foi inteligente por parte do PSG. Neymar e muitos outros jogadores caiam como se tivesse acontecido algo muito sério e obviamente não tivemos tanta calma. Isso faz você ficar agressivo", analisou Klopp, antes de criticar devidamente este tipo de comportamento por parte do craque brasileiro e dos companheiros de PSG.

"Se você age como se você morresse e no momento seguinte você se levanta novamente, você dá um cartão amarelo. Não é um comportamento esportivo", reclamou o comandante do Liverpool, antes de citar um exemplo de como esta situação atrapalhou o time no duelo.

"É realmente difícil manter-se calmo nesta situação. Até o Joe Gomez teve um cartão amarelo. Ele é o garoto mais legal do planeta, mas estava ficando quase com o vermelho. Você achava que estava todo mundo a perigo e isso tornou as coisas mais difíceis. Mas perdemos porque eles marcaram dois e nós um; não jogamos bem o suficiente", concluiu.

A derrota na França derrubou o Liverpool para a terceira colocação no grupo C, com seis pontos somados em cinco rodadas. O PSG é o segundo com oito, enquanto o Napoli, que bateu o Estrela Vermelha por 3 a 1 também na última quarta-feira, assumiu a ponta com nove pontos.

Para evitar a surpresa e avançar de fase sem depender do resultado do duelo do time de Neymar contra os sérvios, o atual vice-campeão europeu precisa bater o Napoli por 1 a 0 ou no mínimo dois gols de diferença, caso sofra um gol do time comandado por Carlo Ancelotti. Esta conta faz o Liverpool superar os italianos nos critérios de desempate.

A definição das duas vagas do Grupo C para o mata-mata da Champions League será em 11 de dezembro, às 18h (de Brasília). O Liverpool receberá o Napoli em Anfield, enquanto o PSG vai até a Sérvia para encarar o lanterna Estrela Vermelha, já eliminado de qualquer possibilidade de ir às oitavas de final.

Lateral do Liverpool reclama de Neymar

Os questionamentos sobre a postura do PSG também pautaram os jogadores do Liverpool. O lateral Andy Robertson, que cometeu dura falta em Neymar no fim do jogo e foi cobrado por Dani Alves, reclamou do atacante brasileiro, especialmente quando o placar dava a vantagem aos franceses.

"Suponho que eles estavam querendo gastar tempo, já que tinham a liderança. Você pode usar tudo, agir, enfim. Gostaria de saber quanto tempo eles gastaram. É frustrante quando ele [Neymar] estava caindo como caiu", afirmou o lateral esquerdo, admitindo a irritação do time.

"É tudo parte do jogo dele [Neymar] e precisamos lidar com isso. Porém, muitas vezes não conseguimos controlar nossa agressividade", finalizou o jogador escocês.

UOL Cursos Online

Todos os cursos