Topo

Esporte


Borja marca, mas Palmeiras cede empate ao Red Bull em estreia no Paulista

Do UOL, em São Paulo

20/01/2019 20h54

O Palmeiras não passou de um empate por 1 a 1 com o Red Bull no primeiro jogo oficial da temporada, neste domingo (20), em Campinas, em sua estreia no Campeonato Paulista. O time de Felipão saiu na frente com gol de Miguel Borja, mas cedeu a igualdade ainda no primeiro tempo. Jobson, volante formado na base do Verdão, fez o gol da equipe da casa.

Leia também:

Torcidas de Palmeiras e Ponte Preta brigam antes de jogo contra o Red  Bull
Felipão tem cólica intestinal e sai às pressas de entrevista do Palmeiras
Mauro Beting: Pós-temporada. Red Bull Brasil 1 x 1 Palmeiras

A partida teve ritmo lento e poucas emoções. As duas equipes marcaram muito forte e mostraram pouca criatividade no Moisés Lucarelli, apesar de o Palmeiras ter melhorado no segundo tempo com as entradas de Bruno Henrique e Felipe Pires.

Com um ponto no grupo B, o Palmeiras volta a campo pelo Paulistão na próxima quarta-feira (23) para enfrentar o Botafogo-SP, no Allianz Parque. Já o Red Bull, que está no grupo A, pega o Mirassol na próxima quinta (24).

Menon analisa: "Palmeiras vai melhorar, mas ficou devendo"

UOL Esporte

O melhor: Jobson

Marcello Zambrana/AGIF
Imagem: Marcello Zambrana/AGIF

Em um jogo com pouco brilhantismo técnico, o volante do Red Bull, ex-prata da casa do Palmeiras, proporcionou o momento mais bonito ao acertar um lindo chute de esquerda no ângulo de Weverton para empatar a partida. Também foi bem na marcação e acertou bons passes no meio-campo.

O pior: Everton

O camisa 10 do Red Bull não conseguiu criar quase nada e foi bem marcado por Diogo Barbosa. Acabou substituído na segunda etapa para a entrada de Deivid.

Borja marca na primeira chegada

O jogo começou morno, com o Palmeiras tocando a bola em ritmo lento e sofrendo com a marcação dura do Red Bull, que escalou um time bastante pesado e defensivo. O Verdão dominava a posse, mas não agredia. Até que, na primeira chegada perigosa, veio o gol. Gustavo Scarpa acertou um cruzamento primoroso da direita para Borja, que se desmarcou bem e desviou de cabeça para a rede. O goleiro Júlio César chegou a tocar na bola, mas não evitou que ela entrasse.

Palmeirenses reclamam de faltas

Uma imagem recorrente da partida foi um jogador palmeirense no chão reclamando com o árbitro Luiz Flávio de Oliveira após sofrer uma falta mais forte. Diogo Barbosa sofreu um pisão logo nos primeiros minutos. Gustavo Gómez, Lucas Lima e Dudu também chiaram bastante após receberem chegadas da marcação. Teve até reclamação de Felipe Melo no lance do primeiro gol; para sorte do Palmeiras, o juiz deixou o jogo seguir e Borja colocou a bola na rede.

Palmeiras abusa da ligação direta e sofre empate

O primeiro tempo do Palmeiras não foi bom. Mesmo após abrir o placar, a equipe seguiu com dificuldades para criar chances claras e abusou da ligação direta, com constantes chutões de Weverton para Borja brigar no alto. A bola passava pouco pelo meio-campo. O Red Bull foi melhorando no jogo e conseguiu empatar aos 34 minutos: após boa troca de passes na direita, a bola sobrou para Jobson, que acertou um lindo chute no ângulo, sem chance para Weverton.

Goleiros dão sustos no primeiro tempo

Os dois goleiros "bateram roupa" no primeiro tempo, dando sustos em bolas que pareciam simples. Primeiro, Weverton rebateu para frente uma falta que foi cobrada de muito longe, mas ninguém do Red Bull apareceu no rebote. Depois, foi Júlio César que soltou um chute cruzado fraco de Dudu. A bola ficou viva na pequena área, mas a defesa do time de Campinas conseguiu afastar.

Palmeiras muda no intervalo e tem gol anulado

Felipão promoveu duas trocas já no intervalo: Felipe Melo e Gustavo Scarpa saíram para as entradas de Bruno Henrique e Felipe Pires. E logo nos primeiros minutos, as duas novidades participaram de um lance de gol que foi corretamente anulado. Bruno Henrique lançou Felipe Pires e ele ajeitou de cabeça para Borja marcar, mas o lance já estava paralisado por impedimento.

Felipão lança Deyverson

Com o Palmeiras encontrando muitos problemas para chegar ao ataque, Felipão lançou uma de suas armas preferidas: Deyverson. O centroavante substituiu Borja e entrou com a disposição de sempre, brigando muito por todas as bolas. O Verdão melhorou um pouco no segundo tempo e botou mais a bola no chão, mas ainda assim ficou longe de apresentar um futebol envolvente, e o Red Bull conseguiu segurar o empate.

FICHA TÉCNICA

Red Bull 1 x 1 Palmeiras

Local: Estádio Moisés Lucarelli, em Campinas (SP)
Data: 20/01/2019
Horário: 19h (de Brasília)
Árbitro: Luiz Flávio de Oliveira
Assistentes: Marcelo Carvalho Van Gasse e Miguel Cataneo Ribeiro da Costa

Gols: Borja, aos 13, e Jobson, aos 34 minutos do primeiro tempo
Cartões amarelos: Osman e Aderlan (Red Bull); Luan (Palmeiras)

Red Bull: Júlio César; Aderlan, Léo Ortiz, Ligger e Rafael Carioca; Jobson, Pio e Uillian Correia; Everton (Deivid), Osman (Bruno Tubarão) e Ytalo (Roberson). Técnico: Antônio Carlos Zago

Palmeiras: Weverton; Mayke, Luan, Gustavo Gómez e Diogo Barbosa; Felipe Melo (Bruno Henrique) e Thiago Santos; Gustavo Scarpa (Felipe Pires), Lucas Lima e Dudu; Borja (Deyverson). Técnico: Luiz Felipe Scolari

Mais Esporte