Topo

Paulista - 2019


Santos é atropelado pelo Ituano, sofre 5 a 1 e perde 100% aos gritos de olé

Siga o UOL Esporte no

Do UOL, em São Paulo

2019-02-03T20:53:05

03/02/2019 20h53

O Santos esteve irreconhecível neste domingo (3) e perdeu o 100% de aproveitamento no Campeonato Paulista de forma vexatória. Lenta, apática e sem conseguir acompanhar o Ituano, a equipe de Jorge Sampaoli acabou batida por 5 a 1 no Novelli Júnior, pela quinta rodada do Estadual. Morato, duas vezes, Serrato, Jonas e Léo Santos marcaram para os mandantes. Jean Mota, agora artilheiro isolado do torneio com quatro gols, descontou.

Com o resultado surpreendente diante da sensação do campeonato até aqui, os torcedores do Ituano entoaram gritos de "olé" já com 25 minutos da segunda etapa; enquanto isso, alguns adeptos do Peixe deixaram o estádio mais cedo. O Santos fica estacionado nos 12 pontos ao conhecer a primeira derrota no ano, mas segue com a liderança do grupo A. Já o time de Itu foi a sete e assumiu a segunda colocação na chave D.

Na sequência do Paulistão, o Peixe irá receber o Mirassol no Pacaembu. A partida está marcada para as 17h do próximo sábado (9). Um dia antes, o Ituano visita o Red Bull Brasil em Campinas, no Moisés Lucarelli.

Os melhores: Serrato e Morato brilham

A exibição avassaladora da equipe de Vinicius Bergantin foi comandada por Marcos Serrato e Morato. O camisa 7 foi determinante em dois gols: no primeiro, fez linda jogava e serviu Morato; depois, deixou o seu. Já o atacante ex-São Paulo deu trabalho aos defensores do Peixe e foi preciso para balançar as redes duas vezes. 

O pior: Aguilar sofre na marcação e entrega gol

Aguilar foi escalado ao lado de Gustavo Henrique. Titular na posição que vem sendo ocupada por Luiz Felipe, o zagueiro colombiano foi muito mal. Tomou drible seco de Serrato no primeiro gol e entregou o segundo. No lance, ele estava com a bola dominada na altura do meio-campo, deixou escapar e foi vencido. O camisa 2, dono da posição, até entrou na partida no lugar de Victor Ferraz, mas não adiantou muito.

Morato abre o placar para o Ituano

Marcos Serrato deixou Aguilar para trás com um bonito drible. Depois, acionou Morato em passe diagonal, e o meia, quase caindo, tocou na saída de Vanderlei para abrir o placar aos setes minutos de jogo.

Serrato amplia no minuto seguinte

Novamente o camisa 7 do Ituano e Aguilar protagonizaram um lance que terminou em gol. E de novo o atleta do time do interior levou a melhor. Ele roubou a bola do colombiano, que vacilou quando a tinha, partiu em velocidade e ampliou.

Irreconhecível, Santos leva o terceiro

Os santistas pareciam assustados em campo após levar dois gols logo de começo. A equipe, sensação do campeonato até aqui, teve um "apagão" e com 20 minutos de jogo já perdia por 3 a 0. O novo gol dos donos da casa surgiu depois de cobrança de escanteio. Alemão cabeceou na trave e, com um pouco de sorte, Jonas aproveitou o rebote.

Jean Mota desconta, mas noite era do Ituano

Passado o "furacão", o Santos descontou com Jean Mota. Artilheiro do Paulistão agora isolado, com quatro gols, o volante raspou de cabeça um belo cruzamento de Carlos Sánchez e diminuiu - os adversários reclamaram da posição dele na hora do desvio.

Acontece que a noite não era do Peixe. Era da equipe que fez um primeiro tempo avassalador. Para coroar os intensos 45 minutos inicias, o Galo de Itu anotou o quarto com uma bela trama entre Martinelli e Morato. O camisa 11 driblou Victor Ferraz e cruzou para área. O ex-São Paulo chutou firme de primeira para fazer o seu segundo no jogo.

Santos não iguala "intensidade" e é atropelado

Antes de a partida deste domingo começar, o Santos ostentava 100% de aproveitamento no campeonato e apenas um gol sofrido - contra o Bragantino, na última rodada. Mas o bom retrospecto da defesa foi embora em apenas um tempo.

A equipe de Sampaoli não "entendeu" a velocidade imposta pelos donos da casa, não conseguiu igualar a intensidade e, com algumas brechas principalmente em contra-ataques cedidos, foi atropelada. Levou quatro gols, poderia ter levado mais e não se encontrou até a ida aos vestiários.

Léo Santos faz o quinto de cabeça

Com a partida praticamente definida, as equipes diminuíram o ritmo no segundo tempo. Ainda assim, os comandados de Vinicius Bergatin ampliaram a vantagem que já era grande. Corrêa cobrou falta da direita, e Léo Santos subiu mais alto que os rivais para testar e vencer Vanderlei. O goleiro, diante do quinto tento sofrido no dia, ficou sentado por alguns segundos no gramado como quem não entendia o que se passava.

PVC comenta goleada sofrida pelo Santos: "Em Itu, tudo é grande"

UOL Esporte

FICHA TÉCNICA
ITUANO 5 x 1 SANTOS

Local: Estádio Novelli Júnior, em Itu (SP)
Data/Hora: 3 de fevereiro de 2019, domingo, às 19h
Árbitro: Raphael Claus
Auxiliares: Luiz Alberto Andrini e Danilo Ricardo Simon Manis
Cartões amarelos: Martinelli e Paulinho Dias (Ituano); Derlis González e Luiz Felipe (Santos)

Gols: Morato, aos 7' e 46', Marcos Serrato, aos 8', Jonas, aos 19', e Jean Mota, aos 41 minutos do primeiro tempo; Léo Santos, aos 18 minutos da etapa final

ITUANO: Pegorari; Jonas, Léo Santos, Ricardo Silva e Peri; Baralhas, Marcos Serrato, Corrêa (Paulinho Dias) e Morato (Gui Mendes); Alemão (Claudinho) e Martinelli. Técnico: Vinicius Bergantin.

SANTOS: Vanderlei; Victor Ferraz (Luiz Felipe), Gustavo Henrique, Aguilar e Copete; Alison (Yuri Alberto), Diego Pituca, Jean Mota e Carlos Sánchez; Derlis González e Soteldo (Arthur Gomes). Técnico: Jorge Sampaoli.