Topo

Palmeiras

TJD suspende Deyverson por seis jogos por cusparada; Felipão é advertido

Palmeiras/Flickr
Deyverson foi expulso contra o Corinthians por cuspir em adversário Imagem: Palmeiras/Flickr

Leandro Miranda

Do UOL, em São Paulo

11/02/2019 17h55

O atacante Deyverson, do Palmeiras, foi suspenso por seis partidas do Campeonato Paulista em julgamento ocorrido nesta segunda-feira (11), no Tribunal de Justiça Desportiva de São Paulo (TJD-SP). O jogador pegou a pena mínima por ter cuspido no volante Richard, do Corinthians, durante o clássico entre as equipes no último dia 2. Já o técnico Luiz Felipe Scolari, que foi denunciado por desrespeito à arbitragem, recebeu só uma advertência.

Com o gancho, Deyverson só volta a ficar à disposição no estadual na última rodada da primeira fase, quando o Palmeiras enfrenta a Ponte Preta, em 20 de março. Ele está liberado para atuar em outras competições, como a Libertadores. Ainda cabe recurso ao Pleno do TJD, mas, segundo apurou o UOL Esporte, o Palmeiras não vai recorrer, por ter considerado o resultado excelente.

Deyverson havia sido denunciado no artigo 254-B, que prevê suspensão de seis a 12 jogos. Pesou para que ele recebesse a pena mínima o fato de o jogador ser réu primário no TJD - ele já havia sido expulso outras quatro vezes pelo Palmeiras, mas sempre disputando outros campeonatos que não o Paulista.

Em seu depoimento, Deyverson voltou a assumir a culpa pela cusparada, se disse arrependido e lembrou que já havia pedido desculpas na ocasião. O centroavante afirmou ainda que está passando por tratamento com um psicólogo. Já a defesa do Palmeiras destacou que o jogador já havia sido punido pelo clube, com uma multa de R$ 350 mil, e pediu a pena mínima, o que foi atendido pelo tribunal.

No caso de Felipão, o técnico foi denunciado no artigo 258 por proferir as seguintes palavras ao árbitro Luiz Flávio de Oliveira após o clássico, vencido pelo Corinthians por 1 a 0: "Parabéns! Você é maravilhoso para apitar nossos jogos". No julgamento, o TJD entendeu que não houve desrespeito e apenas advertiu o treinador, que não compareceu à sessão, já que comanda o Palmeiras no jogo contra o Bragantino às 20h desta segunda-feira, no Pacaembu.

Mais Palmeiras