Topo

UOL de Primeira

Os bastidores do futebol em primeira mão


CBF aumenta rigor após calote e quer direitos internacionais até março

Rafael Ribeiro/CBF
Novo troféu do Campeonato Brasileiro Imagem: Rafael Ribeiro/CBF
Exclusivo para assinantes UOL

Do UOL, em Belo Horizonte, Curitiba, São Paulo e Rio de Janeiro

25/01/2019 04h00

Após o calote da BR Foot Mídia, a CBF realiza uma nova licitação para negociar os direitos internacionais e a comercialização de placas publicitárias do Campeonato Brasileiro para o exterior. Com a experiência fracassada do final de 2018, em uma definição feita às pressas, a entidade entregou o processo à renomada Ernst & Young e aumentou o rigor das empresas que disputam o direito - entre 10 e 20 concorrentes. Com uma previsão de quase dois meses entre apresentação de propostas, análises e escolha, a confederação espera resolver tudo até março, com os times recebendo a parcela inicial do novo contrato ainda antes do início do torneio.

Uma das novidades do novo processo é a solicitação de que o vencedor do pacote de placas publicitárias se comprometa a arcar com os custos de instalação de painéis de led para os jogos do Brasileiro. Na ideia dos organizadores, alguns padrões precisavam ser ajustados por uma adequação ao mercado europeu. (Por Pedro Ivo Almeida)

De olho na seleção, Maracanã cede dois camarotes à CBF

Interessada em uma aproximação com a CBF, a concessionária do Maracanã cedeu sem custo dois dos seus camarotes para que a entidade possa fazer ações de relacionamento no estádio. A cessão foi feita em comodato, que é uma espécie de empréstimo gratuito, e não tem tempo preestabelecido de uso.

Mais UOL de Primeira