Criticado por Globo e Sportv, Palmeiras nega boicote ao "Bem, Amigos"

Danilo Lavieri

DO UOL, em São Paulo

  • Reprodução/SporTV

    Luís Roberto reclama de ausência de palmeirenses no 'Bem, Amigos!'

    Luís Roberto reclama de ausência de palmeirenses no 'Bem, Amigos!'

O Palmeiras tratou de esclarecer nesta terça-feira (17) que não houve boicote ao programa Bem, Amigos, do Sportv. Essa foi a palavra oficial da assessoria da presidência alviverde. Na última segunda-feira, após o empate por 1 a 1 com o Botafogo, o time não enviou nenhum jogador para participar do quadro "Segunda Campeã" do principal programa da emissora.

Embora sempre reforce que a atitude não foi premeditada, o clube admite que algum atleta deveria ter comparecido ao estúdio montado no Engenhão, mas alega falha na comunicação interna pelo ocorrido. Não há uma obrigação contratual, mas um acordo que sempre é respeitado entre emissora e agremiações.

Normalmente ancorado por Galvão Bueno, o Bem, Amigos teve o comando de Luís Roberto, que lembrou do momento difícil vivido pelo clube para ironizar a situação. A emissora, inclusive, deixou uma cadeira vazia ao lado de Marcinho, do Botafogo, para escancarar a ausência de um palmeirense.

"O Palmeiras está dizendo que nenhum jogador quis falar hoje com a 'Segunda Campeã', mas nós sabemos que o Palmeiras vive aí, recentemente, em função da história da final do Campeonato Paulista, do lance do pênalti, enfim…", afirmou o apresentador.

Nesta terça-feira, no Globo Esporte, o Palmeiras também foi vítima de críticas. Desta vez, foi Casagrande que criticou os jogadores que não toparam conversar com a reportagem do programa. A edição destacou as negativas dos atletas.

Apesar das negativas do clube sobre um eventual boicote, alguns torcedores comemoraram em redes sociais a atitude do Palmeiras como se a ausência tivesse sido premeditada.

Na derrota por 1 a 0 para o Corinthians, diversos torcedores culparam a imprensa pela decisão do árbitro de anular o pênalti dado em Dudu. Ainda no estádio, inclusive, agrediram jornalistas de diferentes veículos de comunicação.

Vale lembrar que o clube está em meio a uma travada negociação pelos direitos de transmissão de TV aberta. Com contrato até 2018 com a Globo, o time não aceita as cláusulas impostas pela emissora que reduzem o valor do acordo por conta do acerto com o Esporte Interativo para TVs fechadas. O 'não' de Galiotte também tem sido comemorado por essa parcela.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos