Temido lá fora e bem no BR, Palmeiras só vive cobrança por dérbis perdidos

Leandro Miranda

Do UOL, em São Paulo

  • Daniel Vorley/AGIF

    Boa temporada do Palmeiras vem sofrendo baques por derrotas para o Corinthians

    Boa temporada do Palmeiras vem sofrendo baques por derrotas para o Corinthians

O Palmeiras tentou fazer com que a terceira derrota para o Corinthians em 2018 não tivesse repercussões fortes e não interrompesse o momento de crescimento das últimas semanas. O técnico Roger Machado chegou até a pedir para que as avaliações após o dérbi não fossem exageradamente negativas. Mas mesmo com a melhor campanha da Libertadores e números favoráveis na temporada, o time alviverde volta a sofrer pressão após perder do maior rival.

A insatisfação da torcida foi palpável após mais um revés para o Corinthians: agora são seis derrotas nos últimos sete dérbis. Cobranças nas redes sociais foram numerosas, um grupo hostilizou o ônibus da equipe na entrada da Academia de Futebol e a principal organizada do clube, em um movimento isolado, pediu a demissão de Roger.

Esse cenário de revolta contrasta com uma temporada que, na avaliação interna, vem sendo positiva para o clube. Os números são bons, com 15 vitórias no ano, cinco empates e cinco derrotas (sendo três para o Corinthians). O time já está classificado de forma antecipada na Libertadores e com a primeira posição do grupo garantida, despertando inclusive elogios da imprensa sul-americana, que vê o Palmeiras como um dos principais favoritos ao título.

Além disso, a equipe largou na frente do América-MG por uma vaga nas quartas de final da Copa do Brasil (vitória por 2 a 1 em Belo Horizonte) e está em quinto lugar no Brasileirão. Esses resultados, aliados aos ótimos desempenhos que a equipe já mostrou em vários jogos da temporada, dão sustentação ao trabalho de Roger, cujo cargo não está nem de longe ameaçado no momento.

Fica claro que a única pedra no sapato alviverde é mesmo a "freguesia" recente para o Corinthians, exacerbada pela polêmica na final do Campeonato Paulista – o Palmeiras ainda luta na Justiça pela impugnação do jogo por interferência externa na arbitragem. A postura da comissão técnica palmeirense diante disso é ignorar o histórico recente e descartar qualquer barreira psicológica contra o rival. Para Roger, cada jogo teve sua história e as derrotas aconteceram por questões técnicas e estratégicas.

Agora, o time tentará manter a curva de crescimento que vinha apresentando e voltar aos bons resultados para, pela terceira vez no ano, buscar reverter a maré negativa da torcida após perder um dérbi. Já classificado, o Palmeiras deve poupar titulares no jogo desta quarta-feira (16) contra o Junior Barranquilla, no Allianz Parque, pela Libertadores.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos