Nenê vê cobrança injusta a Rodrigo Caio, mas diz: "Acontece em time grande"

José Eduardo Martins

Do UOL, em São Paulo

  • Rubens Chiri/São Paulo

    Nenê deu assistência para um dos gols de Rodrigo Caio em 2018

    Nenê deu assistência para um dos gols de Rodrigo Caio em 2018

As declarações de Rodrigo Caio no programa "No Ar", do canal Space, seguem repercutindo. Nesta quarta-feira, o meia Nenê comentou o assunto, mais precisamente o desabafo do zagueiro sobre uma suposta perseguição da torcida, que o culparia pelos anos sem títulos do São Paulo. O camisa 10 do Tricolor acredita que essa cobrança seja exagerada, mas lembra que é algo natural em clubes grandes.

"Acredito que sim (são críticas injustas), ainda mais da maneira que foi. Mas é assim. Acontece em time grande como o São Paulo", opinou o armador, durante evento do jogo PES 2019, na Zona Sul de São Paulo.

MERCADO DA BOLA:
- São Paulo estuda tirar Willian Arão do Flamengo
- Igor Vinicius é confirmado como 1º reforço do Tricolor
- Gabigol "abre portas" para rivais do Santos

Perguntado sobre qual medida a diretoria deveria adotar após a entrevista de Rodrigo, exibida na última segunda-feira e que incluiu ainda reclamações sobre o ex-técnico Diego Aguirre, Nenê desconversou: "Isso eu não sei. Nem sou eu que tenho de falar ou decidir. Só espero que aconteça o melhor para todos".

Os dirigentes do São Paulo trabalham com a possibilidade de negociar Rodrigo Caio nesta janela de transferências - objetivo que fracassou em pelo menos quatro oportunidades de 2014 para cá. Os italianos Milan e Roma já fizeram sondagens pelo defensor, que tem o agente Nick Arcuri em busca de ofertas de outras equipes da Europa. 

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos