Topo

Futebol


Tite defende dificuldade em 'ser Neymar' e elege Hazard melhor do mundo

Stuart Franklin - FIFA/FIFA via Getty Images
Imagem: Stuart Franklin - FIFA/FIFA via Getty Images

Do UOL, em São Paulo

2019-01-06T23:01:13

06/01/2019 23h01

Eleito melhor da Copa da Rússia e dono da Bola de Ouro, o croata Luka Modric não caiu nas graças de Tite. Durante o "Mesa Redonda" deste domingo (6), da TV Gazeta, o técnico da seleção disse que o destaque do futebol mundial é o belga Eden Hazard, mas defendeu Neymar.

"[Hazard] Foi o melhor jogador da Copa. E pós-Copa. Até hoje, é o melhor jogador do futebol mundial para mim", declarou Tite. "Eu não posso falar todos os palavrões que falei pro Hazard na noite da eliminação", completou.

Sobre a eliminação contra a Bélgica, nas quartas de final da Copa do Mundo da Rússia, Tite recordou a noite após o jogo. "Meus sentimentos afloraram, eu não conseguia dormir. Não queria ver ninguém. Saiu um monte de palavrão. Eu fico no meu canto, sozinho", contou. 

"Eu acordei, seguramente, em alguns dias, com a bola do Coutinho entrando, a bola do Neymar entrando. Nós empatamos. Eu acordava, olhava para o lado e via a minha mulher. Não tinha jogo mais. Eu passei remoendo, mas é da vida, é do jogo", complementou.

Quando teve de falar sobre seus erros como treinador, Tite voltou a falar sobre a agilidade nas substituições no Mundial. "Não ter feito as substituições mais rapidamente, no início da partida. Mas só bola de cristal pode definir se daria certo", declarou.

Durante o programa, ele também foi questionado sobre Neymar. Negando qualquer tipo de privilégio ao craque, o treinador comentou a declaração de Edu Gaspar sobre como "não é fácil ser Neymar".

"No seguinte aspecto: privacidade", defendeu Tite. O comandante também negou que qualquer festa tenha sido organizada pelo pai do camisa 10 durante o Mundial da Rússia.

"Não. Dentro da nossa ala, absolutamente não. A responsabilidade minha e do Edu (Gaspar) na ala que era da seleção brasileira teve sempre os cuidados maiores e o convívio com os familiares na parte de baixo", explicou.

Mais Futebol