Topo

Caso Daniel


Justiça remarca data de depoimentos de família Brittes por morte de Daniel

Felipe Pereira e Karla Torralba

Do UOL, em São Paulo

2019-01-24T16:56:52

24/01/2019 16h56

A Justiça antecipou em uma semana os depoimentos do casal Edison Brittes e Cristiana Brittes e filha deles, Allana Brittes, do caso Daniel. A família, presa preventivamente pelo envolvimento no assassinato e mutilação do jogador Daniel Corrêa, será ouvida entre os dias 18, 19 e 20 de fevereiro.

A juíza Luciani Regina Martins de Paula, da 1ª vara criminal de São José dos Pinhais (PR), mudou o dia do interrogatório a pedido do advogado de defesa Claudio Dalledone Júnior. Ele justificou que na data anterior, a partir de 27 de fevereiro, estará participando de um julgamento em Foz do Iguaçu (PR), distante 654 quilômetros de São José dos Pinhais, além de ter outros compromissos.

Reprodução/Facebook
Imagem: Reprodução/Facebook

As audiências servirão para a Justiça decidir se os envolvidos no homicídio irão a júri popular. Além da família Brittes, há mais três acusados presos - Ygor King, David Vollero e Eduardo da Silva. Evellyn Perusso, que ficou com Daniel na noite anterior ao crime e teria mentido no depoimento. Todos os réus serão interrogados depois que a juíza ouvir as testemunhas de acusação.

O promotor do caso, João Milton Salles, e o assistente de acusação, advogado Nilton Ribeiro, convocaram a mãe de Daniel, a ex-companheira da vítima, o delegado do caso, investigadores e amigos do atleta. Como são muitas pessoas a interrogar, é possível que novas datas sejam marcadas antes de decidir se o homicídio vai a júri popular.