Topo

Futebol


Kanu, que ameaçou aleijar Rodrygo, já brigou com companheiro e socou rival

MARGARIDA NEIDE/AGÊNCIA A TARDE/ESTADÃO CONTEÚDO
Confusão em Bahia x Vitória durante clássico de 2017 Imagem: MARGARIDA NEIDE/AGÊNCIA A TARDE/ESTADÃO CONTEÚDO

Do UOL, em São Paulo

2019-03-03T04:00:00

03/03/2019 04h00

O Santos venceu o Oeste, ontem, no Pacaembu, e o atacante Rodrygo fez um desabafo na saída do gramado: disse que o zagueiro Kanu, de 34 anos, o ameaçou durante a partida. Não é a primeira polêmica do defensor.

"Seu Kanu"

Quando jogava pelo Vitória, Kanu se envolveu em uma confusão antes de jogo contra o São Paulo pelo Campeonato Brasileiro de 2017. O zagueiro provocou antes da partida: "Vamos trabalhar durante a semana para atropelar o São Paulo". O time tricolor venceu por 2 a 1, em Salvador, e o volante Petros, do São Paulo, rebateu.

"Eu não gosto desse tipo de coisa, mas queria falar pro jogador do Vitória, seu Kanu, que pra ele atropelar quem trabalha, quem é pai de família e quem depende disso aqui, ele tem que fazer muito mais. E tem que respeitar a camisa do São Paulo. Seu Kanu, pro senhor: time grande, máximo respeito pela camisa do São Paulo", disse Petros.

Soco no Ba-Vi

No ano seguinte, Kanu voltou a protagonizar uma polêmica, desta vez durante clássico contra o Bahia, pelo Campeonato Baiano. Um confusão entre jogadores começou depois que Vinicius, do bahia, comemorou um gol em direção à torcida do Vitória. O goleiro Fernando Miguel, hoje no Vasco, mas naquela época no rubro-negro de Salvador, foi tirar satisfação e segurou o jogador rival pela camisa. Kanu entrou na briga e deu um soco em Vinícius.

O zagueiro depois ainda deu mais dois socos, levou um chute pelas costas e acabou expulso, junto com outros jogadores dos dois times. Kanu foi punido com 10 jogos de suspensão.

Partiu para cima de companheiro

Ainda com a camisa do Vitória, o defensor chegou a discutir dentro de campo com seu companheiro André Lima durante o triunfo do Vitória contra o Ceará, pelo Campeonato Brasileiro do ano passado. A briga foi aos 25 minutos do primeiro tempo daquele jogo e só não chegaram a se agredir por terem sido separados pelos demais jogadores do Vitória. O árbitro Marcelo de Lima Henrique mostrou amarelo para os dois, mesmo sob protestos do capitão Willian Farias.

Aleijar Rodygo

Daniel Vorley/AGIF
Kanu, durante jogo entre Oeste e Santos Imagem: Daniel Vorley/AGIF
A última polêmica de Kanu aconteceu ontem, durante o jogo entre Santos e Oeste, pelo Campeonato Paulista. "Aconteceu uma coisa muito feia no jogo e não poderia deixar de falar. Teve um lance que eu estava impedido, driblei o Kanu, ele me deu uma chegada, até aí tudo bem, e falei 'pra que isso?', mas lance normal de jogo. Depois, eu perto dele, ele falou 'sai de perto de mim se não vou te deixar aleijado'", relatou Rodrygo ao SporTV.

"Isso é uma coisa muito feia, uma coisa é xingar, coisa normal, mas falar que vai me deixar aleijado é fora do normal", acrescentou o atacante do Santos.

Siga o UOL Esporte no

Mais Futebol