Topo

Futebol


Pato reacende "chapéus" recentes entre SP e Palmeiras no mercado; relembre

Montagem sobre fotos Getty Images e Agif
Imagem: Montagem sobre fotos Getty Images e Agif

Do UOL, em São Paulo

28/03/2019 12h00

A contratação de Alexandre Pato, confirmada ontem pelo São Paulo, reacendeu as disputas da equipe do Morumbi com o Palmeiras no mercado da bola nos últimos anos. Com o Verdão no páreo, o Tricolor aumentou sua oferta de última hora e levou a melhor para repatriar o atacante de 29 anos. Foi mais um capítulo dos duelos recentes de bastidores que ora vão para um lado, ora para o outro.

Para acirrar ainda mais a rivalidade, as duas equipes vão se enfrentar na semifinal do Campeonato Paulista. O primeiro jogo será no próximo sábado (30), às 18h (horário de Brasília), no Morumbi. Já a partida de volta ocorre no dia 7 de abril, às 16h, no Allianz Parque. Na outra semi, como eliminou a Ferroviária nos pênaltis, o Corinthians enfrentará o Santos.

Relembre outros "chapéus" recentes envolvendo os dois rivais paulistas:

Moises Nascimento/AGIF
Imagem: Moises Nascimento/AGIF

Alan Kardec (2014)

Talvez o episódio que tenha dado início à rivalidade recente entre os dois clubes no mercado da bola tenha sido a saída de Alan Kardec para o São Paulo em 2014. À época destaque do Palmeiras, o centroavante protagonizou uma longa e desgastante negociação para renovar contrato, que acabou dando errado após um veto do presidente Paulo Nobre aos valores oferecidos. Em meio às idas e vindas, o São Paulo fez uma oferta superior e levou o atacante.

Moises Nascimento/AGIF
Imagem: Moises Nascimento/AGIF

Thiago Mendes (2014)

Outra disputa vencida pelo São Paulo sobre o Palmeiras foi pela contratação do volante Thiago Mendes, então uma promessa do Goiás, em dezembro de 2014. O alviverde chegou a competir financeiramente com o rival pelo atleta, mas pesou a vontade dele de jogar no Tricolor, seu clube do coração. Thiago viveu ótimos momentos no Morumbi e hoje é peça importante do Lille, da França, mas ainda pensa em voltar ao elenco são-paulino.

Marcello Zambrana/AGIF
Imagem: Marcello Zambrana/AGIF

Jonathan Cafu (2015)

O Palmeiras chegou a apalavrar a contratação de Jonathan Cafu, então com 23 anos e destaque da Ponte Preta, mas um desentendimento de última hora sobre uma cláusula de venda para a Europa fez o negócio melar. O São Paulo entrou na jogada às pressas e acabou acertando a contratação do atacante, que não teve grande passagem pela equipe do Morumbi e saiu meses depois para o futebol da Bulgária. O troco palmeirense veio rápido e com muita força...

Daniel Vorley/AGIF
Imagem: Daniel Vorley/AGIF

Dudu (2015)

O começo de uma grande reviravolta no Palmeiras aconteceu com a contratação bombástica de Dudu, que havia feito um ótimo Brasileiro de 2014 pelo Grêmio. Disputado por São Paulo e Corinthians, o hoje ídolo palmeirense foi anunciado de surpresa pelo Verdão, que entrou na jogada de última hora e convenceu o atleta de que era o melhor destino. A contratação de Dudu é vista hoje como o momento em que o Palmeiras "ressurgiu" como um competidor de peso no mercado. O camisa 7 se tornou um dos ídolos da história do clube, sendo protagonista de um título da Copa do Brasil e dois do Campeonato Brasileiro.

Cesar Greco/SE Palmeiras
Imagem: Cesar Greco/SE Palmeiras

Willian (2017)

De saída do Cruzeiro, o atacante era um desejo de Rogério Ceni para o ataque tricolor. Mas o São Paulo perdeu a disputa para o Palmeiras, que fechou um negócio envolvendo a ida do meia Robinho e do lateral esquerdo Fabrício para o time mineiro e ainda a permanência em definitivo do lateral direito Fabiano no Verdão. Willian é hoje um dos jogadores mais decisivos e queridos pela torcida alviverde. Outra disputa vencida pelo Palmeiras que terminou em jogador identificado com a torcida e campeão.

Marcello Zambrana/AGIF
Imagem: Marcello Zambrana/AGIF

Lucas Pratto (2017)

No início de 2017, o Palmeiras se interessou pela contratação de Pratto e fez proposta pelo argentino, mas o Atlético-MG endureceu as negociações por considerar o Verdão um rival direto na Libertadores. O cobiçado atacante acabou indo para o São Paulo, mesmo com uma proposta financeiramente pior do Tricolor. Já o Palmeiras acabou fechando na mesma época a contratação de Borja, com a ajuda da Crefisa, para reforçar o ataque. A passagem de Pratto pelo Morumbi durou um ano.

Ale Cabral/AGIF
Imagem: Ale Cabral/AGIF

Gustavo Scarpa (2018)

Em um caso parecido com o de Dudu, o meia, considerado um dos principais jogadores do futebol brasileiro após duas excelentes temporadas no Fluminense, foi disputado por São Paulo e Corinthians. Mas ao conseguir se desvincular do time carioca na Justiça, o Palmeiras entrou forte na briga e conseguiu ultrapassar os rivais para fechar a contratação de Scarpa. Depois de um ano atribulado, com idas e vindas na Justiça e problemas físicos, ele é hoje um dos destaques do Verdão e foi outro "chapéu" no Tricolor que acabou sendo campeão pelo Alviverde.

Mais Futebol