Topo

Futebol


Inter espera novas ofertas, mas não descarta manter Tréllez após o recesso

Ricardo Duarte/Inter
Imagem: Ricardo Duarte/Inter

Do UOL, em Porto Alegre

2019-06-21T04:00:00

21/06/2019 04h00

O Internacional liberou Jonatan Alvez, mas pode continuar com Santiago Tréllez. Mesmo sendo pouco aproveitado, o colombiano tem chances de seguir em Porto Alegre pelas características e, principalmente, dificuldade de repasse do empréstimo. Cedido pelo São Paulo, ele tem salário considerado alto para os padrões dos clubes interessados.

Aos 29 anos, Tréllez está cedido ao Inter até o final da temporada. O clube gaúcho banca o salário integral do jogador e também arca com uma espécie de bônus por assinatura. Esse item aumenta o custo mensal do atleta.

Os valores somados, salário e bônus, afastaram o Vasco. A equipe treinada por Vanderlei Luxemburgo chegou a manter contato com os dirigentes do Internacional. Sem acordo. Segundo o clube gaúcho, outros interessados também apareceram.

"Ele teve três ou quatro equipes interessadas. Está emprestado, tem contrato e a princípio vai cumprir", disse Rodrigo Caetano, executivo de futebol do Internacional, à Rádio Grenal. "Ele tem características peculiares, é centroavante de área. A ideia é não perder ninguém para competir em todas as competições", completou.

Tréllez chegou ao Inter após a saída de Leandro Damião e com Paolo Guerrero suspenso por doping. Logo após desembarcar, o colombiano teve oportunidades no Campeonato Gaúcho. Ao todo, fez nove partidas pelo clube gaúcho e não marcou nenhum gol em 411 minutos.

A saída de Alvez, que estava emprestado ao Inter pelo Junior Barranquilla-COL, em tese deixa Tréllez alguns passos mais perto do time. Se nenhum outro interessado aparecer, e com disposição para assumir os custos do jogador, o centroavante passará a ser suplente imediato de Paolo Guerrero. Rafael Sobis, na reta final do primeiro semestre, ficou com este status.

O Internacional volta aos treinos no próximo sábado, pela manhã, e logo depois viaja rumo a Atibaia. No interior paulista o grupo de jogadores ficará em regime de concentração até dias antes do duelo com o Palmeiras. O confronto marcado para 10 de julho é válido pelas quartas de final da Copa do Brasil.

Mais Futebol