Topo

MMA

Treinador diz que Conor McGregor espera por superluta para voltar ao UFC

Getty Images
Imagem: Getty Images

Ag. Fight

16/03/2018 14h08

Desde que conquistou o cinturão dos pesos-leves (70 kg) em novembro de 2016, Conor McGregor não retornou ao octógono para realizar defesas e parece que está a um passo de ser destituído do posto. Por sinal, isso já havia acontecido depois que o irlandês nocauteou José Aldo e ganhou o título dos penas (66 kg), em dezembro de 2015. No entanto, o motivo da história se repetir seira a falta de oponentes de renome para enfrentar o 'Notorious', ao menos de acordo com o seu treinador.

Em entrevista ao programa 'Submission Radio', Owen Roddy garantiu que o seu pupilo voltará a lutar quando tiver uma grande oferta para uma superluta. O treinador opinou que McGregor é o maior nome do esporte, o que justifica os altos salários recebidos pelo atual campeão dos leves - mesmo que ele só volte a atuar depois de um certo período de afastamento.

Veja também:

"Porrada, baby!": mulher de lutador chora, sofre e incentiva marido no cage

Brasileiro reclama de derrota para Dodson no UFC: "Decidiram pelo nome"

Como Dos Anjos retomou alegria de lutar e agora pode fazer história no UFC

"Ele não defendeu o cinturão dos penas até agora porque não tinha ninguém para lutar com ele, não existia adversário. Então, por isso ele precisou abrir mão. E a mesma coisa aconteceu nos leves, não tinha nenhum nome para enfrentá-lo. No fim das contas, Conor é uma uma superestrela. Ele merece o máximo. Os maiores pagamentos, ele merece os maiores salários, e não existe um grande nome do UFC para enfrentá-lo", assegurou o técnico.

"Mas assim que surgir algum nome forte e ele possa dar o seu máximo, ele vai lutar. Seja como pena, seja como leve, ou em qualquer outra divisão. Ele vai para onde as superlutas estão. Ele não tem medo de defender nenhum cinturão, ele não tem medo de lutar com ninguém, mas ele quer fazer a maior superluta possível. Ele é o maior nome no esporte e quer uma luta que corresponda com isso. Acho que as pessoas o amam", narrou

Após se tornar o campeão dos leves, McGregor se aventurou nos ringues de boxe. O irlandês enfrentou Floyd Mayweather em uma superluta em agosto do ano passado, mas acabou nocauteado no décimo assalto da disputa sediada na cidade de Las Vegas (EUA).

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!