Flu projeta 6 para 'esquecer' Brasileiro e ter foco total na Sul-Americana

Leo Burlá

Do UOL, no Rio de Janeiro

  • Leo Correa/AP

    Líder do grupo, zagueiro Gum é um dos pilares da equipe na temporada

    Líder do grupo, zagueiro Gum é um dos pilares da equipe na temporada

Passada a ressaca pela derrota por 2 a 0 para o Atlético-PR, o Fluminense dá um tempo na Copa Sul-Americana e volta a pensar no Campeonato Brasileiro. Mas o plano é que em muito breve apenas o torneio continental ocupe a cabeça dos tricolores, com a competição nacional sendo "esquecida".

Com 40 pontos no Brasileirão, o Flu está bem próximo de liquidar de vez qualquer risco de rebaixamento à Série A, mas a ordem no clube é não desligar até que o objetivo seja 100% atingido.

No domingo, a equipe recebe o Sport, às 19h, no Maracanã, e uma vitória deixa o Tricolor com um pé e meio na Série A. Em seguida, encara o Palmeiras fora de casa, em um compromisso dos mais difíceis. Mas se a lógica prevalecer, a salvação definitiva pode vir em casa, no dia 17, quando recebe  Ceará. Se sair de campo com ao menos 5 pontos conquistados nessa trinca de desafios, o Flu terá 11 dias para pensar exclusivamente no Furacão.

"Temos um jogo importantíssimo contra o Sport, que pode nos deixar em boa condição no Brasileiro, para nos dedicarmos totalmente à Sul-Americana depois", disse o técnico Marcelo Oliveira.

Para o compromisso diante do Leão, o Tricolor sequer cogita a hipótese de poupar titulares, visto que a partida é vista como chave para o restante da temporada. As únicas baixas certas serão os suspensos Ibañez e Sornoza.

Caso resolva logo a sua vida no Brasileiro, o Flu terá a chance de recuperar o ânimo de jogadores como Sornoza, Ibañez e Ayrton Lucas, que tiveram atuação abaixo da média em Curitiba. Apesar da desvantagem, o tom é de otimismo.

"Prometemos para nós mesmos que vamos passar lá no Maracanã. Temos certeza que podemos fazer o mesmo placar. Temos de chegar no Rio e fazer a mesma coisa que eles fizeram. Se eles têm a vantagem do gramado e da torcida, no Maracanã também teremos", destacou Richard.

Já de volta da capital paranaense, os tricolores não têm tempo de descanso até o jogo de domingo. Neste sábado, Marcelo comanda uma atividade e começa a pensar em alternativas aos jogadores que não poderão enfrentar os pernambucanos.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos