Corinthians anuncia que "Carille voltou" em WhatsApp para torcida

Arthur Sandes e Diego Salgado

Do UOL, em São Paulo

  • Daniel Vorley/AGIF

    Carille volta ao Corinthians depois de quase sete meses no futebol da Arábia Saudita

    Carille volta ao Corinthians depois de quase sete meses no futebol da Arábia Saudita

O Corinthians anunciou nesta sexta-feira (7), via WhatsApp, o retorno de Fábio Carille ao clube, depois de uma breve passagem do técnico pelo Al-Wehda, time da Arábia Saudita. O treinador, que deixou o clube paulista em maio passado, deve chegar a São Paulo depois do dia 28. O contrato é válido até o fim de 2020.

O anúncio se deu de forma curiosa. Às 16h45, o Corinthians publicou em suas redes sociais que tinha uma novidade incrível para contar e, quem quisesse saber em primeira mão, precisaria enviar uma mensagem a um número de WhatsApp do clube. É o projeto "Loko da Fiel", criado para divulgar notícias do clube no aplicativo de mensagens. Feito isso, vinha a confirmação. "Agora é oficial: Fábio Carille voltou e é o novo técnico do Timão", dizia a resposta automática. Oito minutos depois, o anúncio tornou-se oficial por meio das redes sociais do Alvinegro.

Quatro integrantes da comissão técnica de Carille voltarão ao Corinthians com Carille. O preparador físico Walmir Cruz e o observador técnico Mauro da Silva chegam ao Brasil na semana que vem, logo após um duelo do Al Wehda pela liga saudita. A dupla vem mais cedo do que os demais para adiantar o planejamento da temporada 2019, enquanto o treinador, o auxiliar técnico Leandro da Silva e o analista de desempenho Denis Luup só devem voltar no próximo dia 26 - o preparador de goleiros Mauri Lima seguirá no Al-Wehda.

Para contratar o treinador, o Corinthians abriu os cofres. O clube se comprometeu a pagar 700 mil dólares (R$ 2,7 milhões) de multa contratual com o Al-Wehda. O salário de Carille também seria maior que o da passagem anterior. Ele recebia R$ 300 mil mensais na época e agora terá vencimentos de R$ 500 mil.

A reaproximação entre Carille e Corinthians começou a se desenhar há pouco mais de três semana, após um encontro entre o presidente Andrés Sanchez e o empresário do treinador, Paulo Pitombeira. Os dois jantaram juntos em Londres e a situação do técnico foi abordada.

O Corinthians, então, acertou com o treinador no último dia 26 e passou a tratar da rescisão do contrato. No começo do mês, o clube paulista agendou o pagamento do valor, enquanto Carille passou a se programar para voltar. O técnico também se comprometeu a treinar o time saudita por pelo menos mais dois jogos.

A tentativa de contratar Carille ocorreu em meio à fase instável do Corinthians sob o comando de Jair Ventura, que chegou ao clube paulista em setembro, mas não correspondeu às expectativas, embora tenha levado o time à final da Copa do Brasil. No Campeonato Brasileiro, porém, o Corinthians correu risco de rebaixamento - antes de Jair, Osmar Loss treinou a equipe em 25 jogos.

Carille, de 45 anos, deixou o Corinthians no fim de maio, depois de receber uma proposta milionária do Al-Wehda. Ele se tornou treinador do Corinthians no começo de 2017, após a saída de Oswaldo de Oliveira. 

Cinco meses depois, levou o time alvinegro à conquista do Estadual. No fim do ano, a equipe se sagrou campeã brasileiro. Em 2018, faturou o Paulistão novamente

No total, o técnico comandou a equipe alvinegra em 114 jogos, com 59 vitórias, 32 empates e 23 derrotas, incluindo as partidas que fez como interino, em 2010 e 2016.  No Al-Wehda, Carille soma apenas 12 partidas, com seis vitórias, três empates e três derrotas.

Confira na íntegra a nota oficial divulgada pelo Corinthians:

Fábio Carille está de volta ao Timão. O treinador, que está no Al-Wehda, da Arábia Saudita, acertou seu retorno ao clube que o revelou para comandar a equipe a partir de 2019.

Como treinador, Carille esteve à frente do Corinthians nas conquistas do Campeonato Brasileiro de 2017 e do Campeonato Paulista de 2017 e 2018. Antes, já integrava a comissão do Alvinegro como auxiliar desde 2009.

Com ele retornam ao clube o auxiliar Leandro Silva, o analista de desempenho Denis Luup, o preparador físico Walmir Cruz e o observador técnico Mauro da Silva. Os contratos serão assinados assim que a comissão técnica retornar ao Brasil.

O vínculo do técnico será válido até o dia 31 de dezembro de 2020.

A reapresentação do elenco e da comissão técnica acontece no dia 03 de janeiro.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos