Na mira de Fla e Sampaoli, Ganso tem até dia 31 para arrumar time no Brasil

José Edgar de Matos

Do UOL, em São Paulo (SP)

  • Reprodução/Twitter

    Ganso não se adaptou ao Amiens e corre contra o tempo para acertar a volta ao Brasil

    Ganso não se adaptou ao Amiens e corre contra o tempo para acertar a volta ao Brasil

Paulo Henrique Ganso está liberado pelo Amiens-FRA para procurar um novo clube no Brasil e tem até o dia 31 de janeiro para obter um acerto. A informação foi publicada nesta terça-feira (8) pelo Globoesporte.com e confirmada pela reportagem do UOL Esporte com pessoas próximas ao meia, que segue sem destino definido após uma semana da abertura da janela de transferências de inverno no futebol europeu.

A liberação de Ganso corresponde justamente ao período do mercado de meio de temporada na Europa. Caso não entre em acordo salarial com nenhuma equipe do Brasil, destino desejado pelo meia e de procura mais concreta, o meia retorna ao Amiens para concluir o período de empréstimo a ser encerrado com o término do Campeonato Francês.

O Flamengo, via Abel Braga, e o Santos, por Jorge Sampaoli, possuem interesse no atleta. As negociações, entretanto, são tratadas com cautela devido aos valores financeiros. O São Paulo, último clube de Ganso no Brasil, tem se reforçado e procura no mercado atletas com perfil diferente ao do meia.

O meia revelado pelo Santos possui contrato com o Sevilla até o fim de junho de 2021. A princípio, o time da Andaluzia não deve dificultar a liberação de novo empréstimo até dezembro, embora avalie cobrar uma compensação financeira para confirmar a ida de Ganso para o Brasil.

Desde o fim do ano passado, quando foi liberado pelo Amiens para passar as festas de fim de ano no Brasil, Ganso desperta o interesse do Flamengo graças à indicação do técnico Abel Braga. O clube carioca está nos Estados Unidos, onde disputa a Florida Cup nesta pré-temporada.

Além do Flamengo, o Santos também entrou na disputa - e de maneira pública. O clube que revelou o jogador recebeu a recomendação do técnico Jorge Sampaoli, com quem o meia trabalhou no Sevilla.

O próprio treinador, apesar das poucas chances dadas a Ganso na Espanha, manifestou em entrevista o desejo de contar com o ex-camisa 10 alvinegro. O Santos ainda não anunciou nenhum reforço para 2019.

"Trabalhei com Ganso em Sevilla, indiquei sua contratação. Tem qualidade incrível que ainda não pôde consolidar na Europa. Sua saída do Sevilla não foi como sua transcendência merece. Agora joga na França, mas vamos conversar com o presidente sobre as prioridades. Ninguém vai desconhecer a capacidade dele, mas temos que analisar o que temos para ver o que podemos trazer", declarou.

UOL Cursos Online

Todos os cursos