São Paulo ganha forma, mas Jardine ainda não fala em time titular

Do UOL, em São Paulo

  • Rafael Ribeiro/Florida Cup

    Tricolor iniciou a temporada com duas derrotas na Florida Cup

    Tricolor iniciou a temporada com duas derrotas na Florida Cup

O São Paulo encerrou a primeira parte de sua pré-temporada no último sábado. Pela Florida Cup, foram duas partidas e duas derrotas, para Eintracht Frankfurt e Ajax. Mas a comissão técnica luta para mostrar que o torneio amistoso vai além dos resultados. Ele mostrou parte do estilo de jogo que André Jardine tenta implantar no Tricolor e os atletas que largam em vantagem por uma vaga no time.

Só não espere ouvir do técnico que a equipe titular já está desenhada. Embora uma formação - exceção feita à troca no gol entre Tiago Volpi e Jean - tenha sido repetida nos dois jogos nos Estados Unidos, Jardine diz que o time ainda não foi definido. Mais experiências serão feitas ao longo da próxima semana, antes da estreia no Campeonato Paulista, e há também a ideia de pensar em uma escalação específica para cada confronto.

"A equipe titular ainda não existe. A gente veio para observar os jogadores e é uma pena não ter podido colocar todos. Agora ganho mais uns dias para pensar em todas as alternativas que o elenco nos dá. Sempre vai ser jogo a jogo, em alguns jogos vamos entrar com formações mais agressivas, ofensivas, em outros com uma prudência, uma precaução maior. Vou rever os jogos, analisar o desempenho de cada um para ser o mais justo possível, premiar os que estão em melhor momento", explicou o comandante.

Ao todo, 25 atletas foram utilizados por Jardine. Apenas os goleiros Lucas Perri e Júnior, o lateral-esquerdo Edimar e o atacante Gonzalo Carneiro não foram testados. O último foi atrapalhado por um problema muscular, por isso não disputou nenhum minuto. Além dele, quem também voltará para o Brasil sob supervisão médica é Diego Souza. O camisa 9 levou pancada na perna esquerda e precisou ser substituído contra o Ajax. Também há preocupação com a forma física do veterano após as férias.

"O Gonzalo está com uma pequena dor muscular. A nossa ideia era usar ele (contra o Ajax), é uma pena que ele tenha sentido isso. O Tréllez entrou no jogo e é importante, mas entendi que era momento de dar mais minutos para o Pablo, que está chegando, e para o Diego, que precisa se condicionar. É um jogador que sempre tem dificuldade de voltar das férias no peso pela idade que tem (33 anos). Ele se condiciona jogando, é importante ele ganhar minutagem para voltar logo à forma dele", alertou.

Os jogadores de linha que tiveram duas chances como titulares na Florida Cup são Bruno Peres, Robert Arboleda, Anderson Martins, Reinaldo, Jucilei, Hudson, Hernanes, Helinho, Pablo e Everton. A presença deles mostra um pouco da ideia de Jardine por um time mais leve e técnico, que consiga sair da defesa trabalhando a bola com calma, mas também de forma rápida. 

Contra o Ajax, o técnico abriu mão do plano de ser protagonista dos jogos com a posse da bola e decidiu recuar para apostar em contra-ataques. A fórmula deu certo e o Tricolor foi para o intervalo vencendo por 1 a 0. No segundo tempo, já com os reservas em campo, houve maior dificuldade em manter a compactação defensiva, embora a produção no ataque tenha sido elogiada, e os holandeses viraram.

Os ajustes no elenco precisarão ser feitos de segunda a sexta-feira, já que no sábado o São Paulo estreia no Paulistão às 19h30 contra o Mirassol. Será o início de uma maratona de jogos que incluirá um clássico com o Santos pelo Estadual e os dois jogos contra o Talleres, da Argentina, pela segunda fase da Copa Libertadores da América.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos