Topo

Com dois de Alerrandro, Atlético-MG vence Zamora e vai para a Sul-Americana

Alerrandro comemora seu gol pelo Atlético-MG contra o Zamora pela Libertadores - Juan BARRETO / AFP
Alerrandro comemora seu gol pelo Atlético-MG contra o Zamora pela Libertadores Imagem: Juan BARRETO / AFP

Do UOL, em Belo Horizonte

07/05/2019 21h11

Com dois gols de Alerrandro, o Atlético-MG venceu o Zamora por 2 a 1 na noite de hoje, no estádio Agustín Tovar, em Barinas, na Venezuela, pela sexta rodada do Grupo E da Copa Libertadores da América, e garantiu classificação para a Copa Sul-Americana. Ignacio González fez de pênalti para o mandante do duelo.

Com o resultado, o Galo termina na terceira colocação do Grupo E da Libertadores, com seis pontos. O Zamora fica na lanterna, com três, e está fora das competições sul-americanas na temporada.

O melhor: Alerrandro marca dois e melhora média

Alerrandro foi, sem dúvida, o melhor em campo na vitória do Atlético. O garoto de 19 anos aproveitou passes de Fábio Santos e Patric para balançar as redes de Graterol. Com isso, ele chega a dez gols em 705 minutos em campo. A média é de uma bola na rede a cada 70,5 minutos na temporada. Ele segue como reserva imediato de Ricardo Oliveira no elenco comandado pelo interino Rodrigo Santana.

O pior: Igor Rabello comete falhas e faz pênalti

O zagueiro Igor Rabello não fez um bom jogo na noite de hoje. O defensor cometeu pênalti em Pedro Ramírez no segundo tempo. O lance contou também com um erro de Fábio Santos na saída de bola. No primeiro tempo, o zagueiro havia vacilado em um toque e acabou cedendo boa chance para o mandante para balançar a rede de Cleiton. Na ocasião, Réver salvou o erro do colega de equipe.

Atlético-MG evita pior campanha de um brasileiro nesta fase

Com a vitória sobre o Zamora o Galo evitou a pior campanha de um time brasileiro na fase de grupos da Copa Libertadores. A equipe fez seis pontos, com saldo de quatro gols negativos, e tem a quarta pior campanha da fase de grupos do torneio continental. Só Athletico-PR (2002), Vasco (2018) e Flamengo (2002) tiveram campanhas inferiores. Um empate já seria suficiente para dar ao Galo a pior campanha brasileira nesta fase da competição. Foram considerados todos os torneios desde 2000, quando a Libertadores passou a ter o formato atual - oito chaves com quatro participantes cada.

Defesa do Atlético não sai ilesa de um jogo há um mês

O Atlético sofreu um gol de Ignacio González, do Zamora, em cobrança de pênalti. O Galo chegou à oitava partida consecutiva sofrendo gols. A última vez que a defesa saiu ilesa foi exatamente há um mês, em 7 de abril. Na ocasião, o alvinegro aplicou 5 a 0 no Boa Esporte, pela semifinal do Campeonato Mineiro, no Mineirão. De lá para cá, foram 11 bolas na rede da equipe de Belo Horizonte, que teve as redes balançadas em todas as partidas da fase de grupos da Libertadores.

Rodrigo Santana engata a quarta vitória seguida

Rodrigo Santana chegou à quarta vitória consecutiva no Atlético em 2019. Depois de assumir o time às vésperas da final do Campeonato Mineiro e ver a sua equipe ser eliminada na fase de grupos da Libertadores, o interino reagiu e fez o time mostrar um futebol mais consistente, o que acarretou em conquistas. O Galo venceu os seus três primeiros jogos pelo Campeonato Brasileiro - contra Avaí, Vasco e Ceará - e bateu hoje o Zamora.

Maicon Bolt, Vinicius e Nathan não rendem na Venezuela

Não foi só Igor Rabello que teve um jogo apagado na Venezuela. O trio que tinha a responsabilidade de municiar Alerrandro na criação de jogadas também não foi bem. Maicon Bolt, escalado na ponta, pouco acrescentou em termos de profundidade. O mesmo aconteceu com a dupla do meio de campo, formada por Nathan e Vinicius.

Jogo tem apagão nos minutos finais

Atlético-MG e Zamora tiveram que paralisar a partida por alguns instantes na reta final. Aos 87 minutos, uma das torres de iluminação se apagou. O árbitro Carlos Maria Herrera Bernal (COL) se reuniu com os capitães Réver e Ignacio González, mas optou por seguir o jogo. Mesmo com os refletores de uma torre do estádio Agustín Tovar, em Barinas, completamente apagados, os dois times e o trio de arbitragem decidiram seguir o confronto. A região do campo do Zamora ficou muito mais escura no momento.

FICHA TÉCNICA
ZAMORA 1 x 2 ATLÉTICO-MG

Motivo: 6ª rodada do Grupo E da Copa Libertadores
Local: Estádio Agustín Tovar, em Barinas (Venezuela)
Data: 7 de maio de 2019 (de Brasília)
Árbitro: Carlos Maria Herrera Bernal (COL)
Assistentes: Alexander Guzman (COL) e Dionisio Ruiz (COL)
Gols: Alerrandro - 24'/1ºT (0-1); Alerrandro - 35'/1ºT (0-2); Ignacio González - 15'/2ºT (1-2)
Cartão amarelo: Kevin de La Hoz, Maiker González (Zamora); Adilson, Nathan (Atlético-MG)

Zamora
Joel Graterol; Kevin de La Hoz, Ignacio González, Carlos Castro e Maiker González (Edixon Mena); Oscar Hernandez, Erickson Gallardo, Pedro Ramírez e Jader Maza; Antonio Romero e Guillermo Paiva (Gustavo Rojas).
Técnico: José Alí Cañas.

Atlético-MG
Cleiton; Patric, Réver, Igor Rabello e Fábio Santos; Adilson, Jair, Nathan (Zé Welison) e Vinicius Goes; Maicon Bolt e Alerrandro (Luan).
Técnico: Rodrigo Santana (interino).