Topo

Corinthians

Comprar ingresso
Comprar ingresso

Drogba explica por que não fechou com o Corinthians em 2017

Tiago Leme

Colaboração para o UOL, em Paris (França)

2019-05-19T17:44:00

19/05/2019 17h44

Pela primeira vez pouco mais de dois anos depois de recusar uma oferta do Corinthians, o atacante marfinense Didier Drogba explicou os motivos de sua decisão. Neste domingo, durante cerimônia de premiação dos melhores do Campeonato Francês, em Paris, onde foi homenageado, o ex-jogador marfinense falou sobre a negociação frustrada com o clube paulista em janeiro de 2017.

"O que aconteceu foi que eles fizeram uma oferta, não foi a única oferta que eu tive. Claro que é um clube grande e eu tenho muito respeito pelo Corinthians e pelos meus irmãos brasileiros, mas eu decidi ir por outro caminho, ser co-proprietário de um clube, agora sou dono de um clube. Minha visão foi a longo prazo, não apenas uma visão de um ou dois anos. Foi por isso que eu decidi ir para os Estados Unidos e abraçar esse desafio", disse Drogba, que ficou surpreso e sorriu ao ser questionado sobre o assunto pela reportagem do UOL.

Na ocasião, os torcedores do Corinthians ficaram animados com a possibilidade de contar com o atacante, que brilhou no Chelsea, da Inglaterra, na maior parte da carreira. Uma loja de produtos oficiais do clube chegou a colocar à venda camisas com o nome do atleta. Após o fim das conversas, Drogba chegou a publicar uma mensagem agradecendo o interesse do time brasileiro, mas nunca tinha explicado as razões da reposta negativa.

Pouco tempo depois de recusar o Corinthians por causa de um contrato curto, que inicialmente seria de apenas uma temporada, Drogba acertou em abril de 2017 com o Phoenix Rising, dos Estados Unidos. Além de ser atleta, ele se tornou também sócio-proprietário da equipe americana. Atualmente com 41 anos de idade, o marfinense se aposentou dos gramados no fim de 2018.

Durante a premiação deste domingo em Paris, Drogba também comentou sobre sua admiração por Neymar. O atacante brasileiro, que ficou fora de boa parte da temporada por causa da lesão no pé direito, foi superado por Kylian Mbappé como melhor jogador do Campeonato Francês 2018/2019.

"Eu acho que o Neymar é um grande jogador, alguém que eu respeito muito, algumas vezes eu a gente se fala. Foi uma temporada difícil para ele, acho que ele foi bravo o bastante para jogar, porque ele já teve uma Copa do Mundo difícil, voltando muito cedo para jogar, tentando ser competitivo para a equipe nacional, depois para o Paris Saint-Germain, tentando competir, e teve essas lesões, que o impediram de ter a melhor performance dele. Mas ele continua sendo um dos melhores do mundo, e quando ele está jogando você pode ver a diferença que ele faz para o time em campo", disse Drogba.