Topo
Comprar ingresso
Comprar ingresso

Corinthians vence Goiás de forma tranquila e encosta no G-4

Flavio Latif e Samir Carvalho

Do UOL, em São Paulo (SP)

07/08/2019 21h09

O Corinthians soube limitar as ações do Goiás e venceu a partida por 2 a 0 hoje, na Arena Corinthians, em Itaquera, pelo Campeonato Brasileiro. No primeiro tempo, Junior Urso marcou após bom passe de Clayson e, na segunda etapa, Mauro Boselli converteu penalidade e ampliou o placar. Nos acréscimos, o Alvinegro quase ampliou com o atacante Everaldo, mas o corintiano foi parado com falta de Yago Rocha, que acabou com a expulsão do jogador da equipe esmeraldina.

Com a vitória, o Corinthians encostou no G-4 do Brasileirão, grupo de times que tem vaga direta à Copa Libertadores de 2020. O Timão chegou a 23 pontos e assumiu a quinta colocação - nove pontos atrás do líder Santos. Já o Goiás segue no décimo segundo lugar, com 17, e sete à frente da Chapecoense, primeira equipe na zona de rebaixamento.

O Alvinegro volta a campo no próximo domingo (11), contra o Internacional, no estádio Beira-Rio, às 11h (de Brasília). A equipe esmeraldina joga no mesmo dia, contra o Vasco, no estádio Hailé Pinheiro, às 19h. Ambas partidas são válidas pelo Campeonato Brasileiro.

Goiás assusta com bolas na trave e gol anulado pelo VAR

A equipe esmeraldina pouco se lançou ao ataque, mas teve boas oportunidades para empatar a partida. A dobradinha formada pelo lateral Daniel Guedes e o atacante Michael pelo lado direito deu muito trabalho à defesa do Corinthians. Aos 17 do primeiro tempo, Kayke concluiu um cruzamento do defensor na trave e, aos 28, Michael fez bela jogada individual e balançou as redes, mas o VAR apontou impedimento. Já na segunda etapa, Kayke, mais uma vez, obrigou Cássio a fazer grande defesa - após o toque do goleiro, a bola ainda bateu no travessão.

Clayson dá trabalho pelo lado direito

O atacante Clayson foi escalado do lado esquerdo do ataque, sua posição de origem no Corinthians. No entanto, o camisa 25 se deslocou para o lado direito, onde protagonizou as suas melhores jogadas. Em uma delas, aliás, o time alvinegro abriu o placar. Clayson fez boa triangulação com Gabriel e Fagner, e cruzou rasteiro para Urso acertar o ângulo esquerdo do goleiro Tadeu. Após o gol, o atacante ainda arriscou outras boas jogadas do lado direito.

Foi bem: Júnior Urso ressuscita e decide

Júnior Urso marcou após assistência de Clayson aos 24 minutos do primeiro tempo na Arena - Alan Morici/AGIF
Júnior Urso marcou após assistência de Clayson aos 24 minutos do primeiro tempo na Arena
Imagem: Alan Morici/AGIF

O meio-campista corintiano não vinha fazendo boas atuações nas últimas partidas. Porém, contra o Goiás ele fez o gol que abriu o placar e, em jogada individual, conseguiu uma penalidade após a bola bater no braço do zagueiro Rafael Vaz.

Foi mal: Carlos Augusto sofre com Michael

O técnico Fábio Carille optou por poupar o lateral-esquerdo Danilo Avelar e deu uma chance a Carlos Augusto. Durante a partida, a prata da casa sofreu demais com os avanços de Michael. O atacante do Goiás criou, ao menos, três oportunidades que levaram muito perigo a meta corintiana. Em contrapartida, o jovem lateral foi eficiente na "parte ofensiva", mas abusou demais dos cruzamento pelo alto.

O jogo do Corinthians: 4-1-4-1 com intensidade no ataque

Alan Morici/AGIF
Imagem: Alan Morici/AGIF

Com três mudanças em relação ao time considerado titular, Carille escalou o Corinthians no 4-1-4-1, com Júnior Urso e Mateus Vital na mesma linha e tentando associações com Pedrinho e Clayson. Um time de ataque móvel que começou em cima do Goiás, com muita intensidade no ataque. O gol de Júnior Urso, aliás, saiu quando o time já tinha levantado 11 bolas na área adversária. Faltava uma jogada de paciência e triangulação pelo chão, com amplitude e volume ofensivo. Com pressão na saída de bola do Goiás, o Corinthians mostra que é um time que joga e deixa jogar.

O jogo do Goiás: onze jogadores na defesa e contragolpe

A equipe esmeraldina veio à Arena para se defender e apostar nos contra-ataques. Quando o Corinthians tinha bola, todos os jogadores do alviverde se mantinham dentro de seu campo de defesa. Na recuperação da posse, Michael era o jogador mais acionado para levar trabalho aos defensores corintianos.

Cronologia do jogo

Daniel Augusto Jr./Agência Corinthians
Imagem: Daniel Augusto Jr./Agência Corinthians

O Corinthians abriu o placar aos 24 minutos do primeiro tempo, quando Clayson cruzou rasteiro e Jr. Urso finalizou no contrapé do goleiro Tadeu. Com a vantagem, o time da casa soube suportar as investidas do Goiás nos contra-ataque e ampliou na reta final com Boselli, cobrando pênalti.

Vazamento interdita dois andares na Arena Corinthians

Samir Carvalho/UOL
Imagem: Samir Carvalho/UOL

O vazamento ocorrido no sistema hidráulico da Arena interditou dois andares. O problema aconteceu no 9º andar, onde causou um desabamento de parte do gesso do forro, mas o vazamento chegou até o sexto, que teve parte do local isolado. Os elevadores, inclusive, não estavam funcionando para estes dois andares. Torcedores do Corinthians que compraram ingressos para acompanhar o jogo no setor Oeste Superior foram realocados para o Oeste Inferior sem custo adicional.

FICHA TÉCNICA
CORINTHIANS 2 x 0 GOIÁS

Data: 07/08/2019
Horário: 19h15 (de Brasília)
Local: Arena Corinthians, em São Paulo (SP)
Árbitro: Bruno Arleu de Araujo (RJ)
Auxiliares: Luiz Claudio Regazone (RJ) e Michael Correia (RJ)
Árbitro do VAR: Rodrigo Carvalhaes de Miranda (RJ)

Gols: Junior Urso aos 24 minutos do primeiro tempo e Boselli aos 41 do segundo tempo (Corinthians)

Cartões amarelo: Daniel Guedes e Léo Sena (Goiás); Fagner (Corinthians)

Cartão vermelho: Yago Felipe (Goiás)

Corinthians: Cássio; Fagner, Manoel, Gil e Carlos Augusto; Gabriel, Junior Urso (Matheus Jesus), Mateus Vital (Jadson), Pedrinho, Clayson (Everaldo); Boselli. Tércnico: Fábio Carille.

Goiás: Tadeu; Daniel Guedes, Rafael Vaz, Fábio Sanches e Jefferson; Geovane, Yago Felipe, Léo Sena; Barcia (Renatinho), Michael (Junior Brandão) e Kayke (Rafael Moura). Técnico: Robson Gomes (interino)