! Fifa recua mais uma vez e abranda veto à altitude para 3000m - 27/06/2007 - UOL Esporte - Futebol
UOL Esporte UOL Esporte
UOL BUSCA

27/06/2007 - 11h39

Fifa recua mais uma vez e abranda veto à altitude para 3000m

Das agencias internacionais
Em Zurique (Suíça)
O presidente da Fifa, Joseph Blatter, anunciou nesta quarta-feira que somente cidades que estejam localizadas a mais de 3000m de altitude não poderão receber jogos das Eliminatórias da Copa do Mundo. Com a decisão, a entidade recua mais uma vez de sua decisão original, que proibia qualquer jogo internacional a mais de 2500m, para , segundo a entidade, proteger a integridade física dos atletas.

EFE
Com a medida de Blatter, Quito e Bogotá poderão receber jogos internacionais
Dias depois, diante dos protestos dos países afetados, a entidade decidiu subir o limite de altitude para 2800m e determinou ainda que o veto seria válido apenas para competições organizadas pela própria Fifa, como as eliminatórias da Copa do Mundo, por exemplo.

Com a nova decisão, cidades como Bogotá (Colômbia) e Quito (Equador) poderão continuar a receber jogos de seus países nas eliminatórias.

A única capital de país sul-americano que continua vetada é La Paz (Bolívia). Curiosamente, foi o presidente boliviano, Evo Morales, quem mais diretamente encabeçou uma campanha contra a determinação da Fifa.

Morales chegou a organizar jogos em cidades localizadas a 5300 e 6000m de altitude com o objetivo de demonstrar que a altitude não causa danos a saúde dos jogadores, enviou uma comissão ao Congresso da Fifa, em Zurique, no mês de maio, e se reuniu com os cartolas da Confederação Sul-Americana de Futebol (Conmebol) para tentar reverter a decisão.

O presidente boliviano tentou ainda marcar um encontro com Joseph Blatter para tratar do assunto, mas o presidente da Fifa declarou que só conversaria com representantes da Federação Boliviana de Futebol.

Hospedagem: UOL Host