Topo

Futebol


Rodada do fim de semana marca homenagens a jovens do Fla pelo mundo; Veja

Marco BERTORELLO / AFP
Paquetá comemora primeiro gol pelo Milan e homenageia vítimas de incêncio no CT do Flamengo Imagem: Marco BERTORELLO / AFP

Do UOL, em São Paulo

2019-02-10T20:09:08

10/02/2019 20h09

Renda revertida, nome em camisa, minuto de silêncio... No primeiro fim de semana de futebol após o trágico incêndio ocorrido no Centro de Treinamento do Flamengo, diversas medidas de solidariedade foram realizadas em apoio às vítimas do incidente.

Por parte da torcida, flamenguistas e torcedores de clubes rivais fizeram um abraço simbólico no Rio de Janeiro, em ato que reuniu cerca de 400 pessoas na sede social do Flamengo. As torcidas organizadas do time rubro-negro também se manifestaram.

Quanto aos clubes e atletas, não faltaram homenagens e ações emocionantes. Confira as principais abaixo:

Homenagens ao redor do mundo: Paquetá se emociona

Divulgação/Milan
Imagem: Divulgação/Milan

Revelado pelo Flamengo, Lucas Paquetá marcou o primeiro gol com a camisa do Milan neste domingo (10). Na comemoração, o meio-campista ficou visivelmente emocionado e prestou suas condolências. Ele tirou uma faixa preta que estava amarrada no braço, a beijou e a levantou em direção ao céu.

Já no Parque dos Príncipes, o PSG também resolveu prestar condolências na partida diante do Bordeaux. Uma imagem do escudo do Flamengo apareceu no telão enquanto os jogadores respeitavam um minuto de silêncio. 

Através de suas redes sociais, o Real Madrid também se manifestou: "O Real Madrid F.C. lamenta profundamente o falecimento dos jogadores e empregados do Flamengo por conta do incêndio sofrido em seu CT", escreveu o clube espanhol. 

Retorno do Flamengo é comovente

A reapresentação dos jogadores profissionais do Flamengo foi marcada por choros e orações. Em relação ao treinamento, não houve contato com bola. Os jogadores se apresentaram, a comoção foi muito grande, alguns atletas realizaram atividades físicas na academia e em seguida o elenco foi liberado.

Atletas respeitam um minuto de silêncio

Em várias partidas do futebol nacional, os árbitros decretaram um minuto de silêncio. No Campeonato Mineiro, antes de a bola rolar para Atlético Mineiro e Caldense, em Poços de Caldas, todos os atletas respeitaram o gesto. O técnico Levir Culpi, inclusive, interrompeu uma entrevista à beira do campo para não ser desrespeitoso com a homenagem

Nas partidas entre Ponte Preta x São Paulo, pelo Campeonato Paulista, e Juventude x Internacional, pelo Gaúcho, os jogadores se abraçaram no meio de campo em tom de apoio às vítimas da tragédia.

Já na vitória do Santos contra o Mirassol, no Pacaembu, também houve um minuto de silêncio, respeitado rigorosamente respeitado pela torcida. Os jogadores do alvinegro praiano, inclusive, atuaram com uma "faixa" de luto preta e vermelha, localizada acima do escudo.

Fred vai às câmeras

O Cruzeiro venceu o Tupynambás por 3 a 0. Fred, que abriu o marcador no confronto, tirou a faixa preta que os jogadores usaram na comemoração e mostrou para uma câmera, localizada atrás do gol. 

Thiago Calil/AGIF
Imagem: Thiago Calil/AGIF

Corinthians entra de preto

Diante do Novorizontino, neste domingo (10), o time do Corinthians entrou no gramado do estádio Jorge Ismael de Biasi com camisetas pretas. Nas vestimentas, os símbolos dos dois clubes estavam entrelaçados sobre a hashtag #ForçaFlamengo. Houve ainda uma faixa com a frase "nossos sentimentos aos familiares e amigos".

LUCAS UEBEL/GREMIO FBPA
Imagem: LUCAS UEBEL/GREMIO FBPA

Everton, do Grêmio, estende faixa 

O atacante Everton marcou o segundo tento do Grêmio contra o Avenida, neste domingo (10), pelo Campeonato Gaúcho. Na comemoração, o velocista tirou a faixa que estava em seu braço e a levantou para o céu. Antes do apito inicial, os jogadores formaram uma roda no meio-campo, que contou com a presença do técnico Renato Gaúcho. 

Sport leva nome de vítimas nas costas

O Sport prestou homenagem às vítimas do incêndio do CT do Flamengo na partida deste domingo (10), contra o Petrolina, pelo Campeonato Pernambucano. Os jogadores do time rubro-negro entraram em campo na Ilha do Retiro vestindo camisas que levavam os nomes dos jovens que morreram na tragédia.

Time cearense reverte renda de jogo para familiares dos garotos

No confronto entre Guarany e Fortaleza, pelo Campeonato Cearense, a equipe do interior decidiu doar todo o valor que for arrecadado para os familiares dos 10 garotos entre 14, 15 e 16 anos que integravam as categorias de base do clube carioca e que vieram a falecer em decorrência do incêndio no alojamento provisório. O clube informou da decisão através de sua rede social oficial.

Mais Futebol