UOL esporte

  • http://esporte.uol.com.br/lutas/vale-tudo/ultimas-noticias/2011/08/19/rodrigo-minotauro-diz-que-nao-treinaria-com-gays-para-evitar-maldade.htm
  • Rodrigo Minotauro diz que não treinaria com gays para evitar "maldade"
  • 24/04/2014
  • UOL Esporte - Lutas
  • UOL Esporte
  • @UOLEsporte #UOL
  • 2
Tamanho da letra

UFC Rio

Tudo sobre a edição 134 do evento, dia 27/08, no Rio de Janeiro

Arte/UOL
Rodrigo Minotauro em visita ao UOL; à revista Trip, lutador falou de homossexualidade

Rodrigo Minotauro em visita ao UOL; à revista Trip, lutador falou de homossexualidade

19/08/2011 - 13h56

Rodrigo Minotauro diz que não treinaria com gays para evitar "maldade"

Do UOL Esporte
Em São Paulo

O lutador Rodrigo Minotauro, um dos principais nomes do MMA, negou qualquer tipo de preconceito, mas disse que não treinaria com gays. Em entrevista à revista Trip, ele explicou que prefere evitar qualquer tipo de “maldade”, já que o vale-tudo é um esporte de contato.

“Não [tenho preconceito com gays]. Mas eu não treinaria com gay. Eu não tenho maldade, não acho aquele contato físico sexual. Mas vai que ele tem essa maldade de ter um contato físico comigo, de ficar ali agarrado... Eu não teria problema nenhum de ter um aluno gay na minha academia, mas preferiria não treinar com ele”, disse Minotauro, que foi capa da publicação.

Em uma longa conversa, Minotauro falou sobre sua infância na Bahia, como superou um atropelamento por um caminhão aos 11 anos e sobre sua carreira. O lutador ainda demonstrou confiança para a sua luta contra Brendan Schaub, que acontecerá no UFC Rio, que será realizado no dia 27 de agosto.

“Ele pediu para lutar comigo. O cara quis me pegar em um momento de fraqueza, em que não estou no meu melhor, depois de três cirurgias. Mas meu jiu-jitsu é melhor que o do Schaub, minha técnica é melhor, tenho um treino que ele não tem, sou um lutador que ele não é. Me acho mais talentoso, mais forte e mais completo que ele”, disse Minotauro.

O lutador, visto por colegas de octógono como um dos líderes da atual safra de brasileiros no esporte, falou também sobre seu irmão. Também destaque no MMA, Rogério Minotouro teria feito as vezes de Minotauro em uma entrevista no Japão.

“Na virada de 2004 para 2005, fui lutar na final do Pride [extinto evento de MMA] lá no Japão contra o Fedor [Emelianenko]. O evento era meio afastado de Tóquio. Às dez da noite havia uma apresentação na Fuji TV. Estava nevando. Fiquei em uma estação de metrô congelando, e a produção me ligando. Quando eram quase dez horas eu falei: meu irmão está aí no ginásio, bota um capuz e apresenta como se fosse eu. Ninguém percebeu nada”, revelou Minotauro.
 

Placar UOL no iPhone