De olho no passado, Cruzeiro reforça discurso para anunciar nome de peso

Enrico Bruno

Do UOL, em Belo Horizonte

  • FILIPPO MONTEFORTE / AFP

    Campeão da Tríplice Coroa com o Cruzeiro, Maicon não deve renovar com a Roma

    Campeão da Tríplice Coroa com o Cruzeiro, Maicon não deve renovar com a Roma

A menos de uma semana para a abertura da janela internacional, o Cruzeiro ainda não anunciou nenhum nome do exterior para o decorrer do Brasileirão.

A chegada de reforços, no entanto, é considerada iminente pela diretoria do clube, que não abandona o discurso de uma contratação de peso para o restante da temporada. E para fazer isso acontecer, a aposta é de estreitar antigos laços para repatriar atletas e fechar com velhos conhecidos. Mesmo estipulando limites para não exagerar nas compras e gastar mais do que tem, os diretores não querem ficar só no quase e prometem ser ousados na hora de abrir os cofres.

"Esse é o caminho que o Cruzeiro está trabalhando. Hoje temos condições de fazer um investimento melhor. Houve uma transição e avaliações de 2015 a 2016. Cometemos erros também, buscando sempre o acerto. Mas queremos jogadores com mais representatividade e mais peso. A competição é longa, temos expectativa de ter o Romero e o Alisson na Olimpíada. Então o Cruzeiro precisa se preparar para isso", comentou Thiago Scuro, diretor de futebol.

Além de Rafael Sóbis, outros dois jogadores surgem como alvos da diretoria celeste, ambos com passado no time mineiro. O primeiro deles é Maxwell. O lateral esquerdo foi revelado pelo Cruzeiro em 2000 e tem contrato com o Paris Saint-Germain até dia 30 de junho. O jogador de 34 anos já está ciente do interesse, mas para trazê-lo para Minas, a diretoria terá que convencê-lo a abandonar a ideia de continuar na Europa. A outra opção é Maicon, também lateral, mas pelo lado direito. Com a mesma idade de Maxwell, o jogador tem vínculo com a Roma até o dia 16 de julho, mas não deverá renovar seu contrato e tem interesse de voltar ao Brasil. Campeão da Tríplice Coroa, Maicon não recebeu nenhuma proposta do Cruzeiro, mas também está no radar dos cartolas da Toca.

Como de costume, a diretoria da Raposa não comenta qualquer assunto referente a contratações, mas segue trabalhando em duas frentes para trazer jogadores renomados sem comprometer às finanças do clube.

"O Cruzeiro é gigante, o maior clube do Estado. Tem uma das maiores torcidas do país e uma marca internacional. Existe sempre uma grande expectativa por parte da torcida. Quando os resultados não aparecem, vem a frustração do torcedor, e entendemos isso. A gente tenta fazer o trabalho para o presente e o futuro do clube. Não queremos estar na lista dos clubes mais endividados do país, mas sim, dos mais vencedores do país", afirmou Thiago Scuro, diretor de futebol.

Até o momento, Lucas, Robinho e Bryan foram os primeiros reforços para o Brasileirão. Todos os três conquistaram a titularidade quando estiveram 100% à disposição de Paulo Bento. Certo é que a abertura da janela não significa que novos jogadores desembarcarão imediatamente na Toca da Raposa.

"Estamos trabalhando todos os dias com muito profissionalismo e atenção aos detalhes. Sem colocar prazo, pois isso não é saudável, nem produtivo. O que posso assegurar ao torcedor é que o quanto antes vamos trazer mais jogadores para a sequência da temporada", encerrou Scuro.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos