Brigas e polêmica de italiano com homossexuais marcam o dia na Euro-12

Do UOL, em São Paulo

  • Gero Breloer/AP

    Torcedores russos e poloneses se envolveram em brigas e deram trabalho à polícia

    Torcedores russos e poloneses se envolveram em brigas e deram trabalho à polícia

Em campo, Polônia e Rússia empataram por 1 a 1 nesta terça-feira em Varsóvia, no jogo mais esperado da segunda rodada do grupo A da Eurocopa-2012. O dia, porém, foi marcado pelos incidentes entre torcedores das duas seleções. Brigas e manifestações de intolerância foram registradas tanto dentro como fora do estádio. Já a Itália nem jogou, mas viu o atacante Antonio Cassano se envolver em polêmica após declarações sobre homossexuais.

Se a polícia polonesa destacou a prisão de "apenas" 72 pessoas por distúrbios até esta segunda-feira e considerou este número baixo, as autoridades viram outra realidade um dia depois. O clima de animosidade entre as duas nações se refletiu no comportamento das torcidas.

De acordo com comunicado divulgado pelas autoridades polonesas, dez pessoas se feriram durante os incidentes – sete poloneses, dois russos e um alemão. "Mobilizamos seis mil oficiais para manter a ordem", afirmou Maciej Karczewski, porta-voz da polícia local. Para tentar conter a confusão, policias usaram bombas de gás lacrimogêneo e jatos de água.

Nas arquibancadas, um grupo de torcedores russos exibiu uma faixa com a frase 'This is Russia' (Isto é Rússia, em inglês) junto com uma bandeira de um grupo de extrema direita pouco antes do pontapé inicial. O grupo Fare (Futebol contra o Racismo na Europa) fez uma denúncia à Uefa, que já investiga outro caso semelhante envolvendo a torcida russa.

A terça-feira também teve uma declaração polêmica de Antonio Cassano sobre a possibilidade de haver jogadores gays na seleção italiana. Algumas horas depois, o atacante se desculpou, mas o fato gerou grande repercussão e aumentou a discussão em torno do tema.

Uma das sedes da Euro-12, a Ucrânia se tornou alvo de diversas manifestações de grupos gays. Tudo por conta de um projeto para limitar "propaganda homossexual" e uma espécie de 'censura' sobre a abordagem de assuntos ligados à homossexulaidade em espaços públicos.

"O futebol está acima dos direitos? De nenhuma maneira, Ucrãnia", disse a associação "AllOut", que iniciou uma campanha aproveitando a Eurocopa.

 

COMO ESPERADO, TORCEDORES BRIGAM ANTES DE POLÔNIA X RÚSSIA

  • PETER ANDREWS/REUTERS

    Havia um claro clima de tensão antes do jogo entre Polônia e Rússia, em Varsóvia. Os temores se confirmaram. Torcedores dos dois países brigaram nos arredores do estádio Nacional e cerca de 50 deles foram detidos pela polícia local. Uma marcha, autorizada pelas autoridades polonesas, reuniu milhares de russos e deveria ser pacífica. No entanto, vários poloneses atacaram o grupo com pedras e garrafas; mesmo reforçada, a escolta não foi suficiente para evitar o conflito.

CASSANO SE ENVOLVE EM POLÊMICA POR DECLARAÇÃO SOBRE GAYS

TCHECO ENTRA PARA GALERIA DOS 'RAPIDINHOS' DA HISTÓRIA DA EUROCOPA

  • ARIS MESSINIS/AFP

    Ao abrir o placar para a República Tcheca contra a Grécia, Petr Jiracek entrou para um seleto grupo. O meio-campista agora faz parte da lista dos autores dos gols mais rápidos da história da Eurocopa. Ao ir às redes aos 2min14 de jogo, ele igualou a marca do inglês Alan Shearer. O recorde (1min07) pertence a Dmitri Kirichenko, que deixou a Rússia em vantagem contra a Grécia na Euro-04.

MOMENTO "OS TRAPALHÕES" NA VITÓRIA DA REPÚBLICA TCHECA

Dizem que um árbitro fez bem seu trabalho quando nem foi notado em campo. Stéphane Lannoy cumpriu sua função direitinho na vitória por 2 a 1 da República Tcheca sobre a Grécia, mas foi o centro das atenções por alguns instantes. O francês acompanhou uma das jogadas bem de perto ? até de mais. Ele até consegue fintar o tcheco Jiracek, mas não escapou da trombada com o grego Fortounis e foi ao chão, em uma autêntica cena de comédia involuntária. Veja como foi o lance cômico.

Últimas de Esporte



Shopping UOL

UOL Cursos Online

Todos os cursos