Euro vai à última rodada com cenário inédito de nenhuma seleção classificada

Do UOL, em São Paulo

  • ALESSANDRO BIANCHI/REUTERS

    França, de Nasri, e outros favoritos ainda não garantiram a vaga nas quartas de final

    França, de Nasri, e outros favoritos ainda não garantiram a vaga nas quartas de final

Ao final da segunda rodada da fase de grupos, a Eurocopa-2012 vê um equilíbrio jamais presenciado desde que a competição passou a ter 16 times. Nenhuma seleção se classificou nos quatro grupos. Além disso, apenas duas seleções estão eliminadas - Irlanda e Suécia.

A primeira vez que o torneio continental passou a ter 16 seleções ocorreu na edição de 1996. Desde então, a Eurocopa sempre chegava à última rodada com uma ou mais seleções classificadas.

Desta vez, nem mesmo as forças da atual edição garantiram presença na próxima fase. Espanha, Alemanha, França e Inglaterra estão bem próximos, mas ainda não têm a vaga. Já a também favorita Holanda depende de quase um milagre para ir às quartas de final. Veja o que cada time precisa para seguir vivo no torneio continental:

GRUPO A

Rússia - 4 pontos Se ganhar da Grécia, garante a vaga como líder do grupo. Se empatar, também avança.
República Tcheca - 3 pontos Não pode perder. Se bater a Polônia, está garantida. Em caso de empate, classifica-se em caso de vitória da Rússia ou empate no outro jogo. Ou, caso a Grécia derrote a Rússia, precisa torcer por uma vitória por seis ou mais gols de diferença.
Polônia - 2 pontos Só tem uma solução. Vencer a República Tcheca. Outro resultado custará sua classificação.
Grécia - 1 ponto Precisa ganhar da líder Rússia. Assim, avança sem depender de outro resultado.

GRUPO B

Alemanha - 6 pontos Um empate contra a Dinamarca é suficiente para sua classificação. Em caso de derrota por dois ou mais gols de diferença, estará classificada caso Portugal não vença a Holanda.
Portugal - 3 pontos

Estará classificado com uma vitória sobre a Holanda, desde que a Alemanha não perca por um gol de diferença para a Dinamarca marcando três ou mais gols. Também pode avançar com um empate desde que a Dinamarca não vença a Alemanha. Uma derrota também pode colocar o time de Paulo Bento nas quartas. Para isso, precisa perder por apenas um gol de diferença, desde que marque pelo menos um gol e a Dinamarca perca da Alemanha.

Dinamarca - 3 pontos Basta vencer a Alemanha para ficar com uma das vagas. Se ficar no empate, avança com uma vitória da Holanda sobre Portugal. Também pode avançar em caso de um revés por um gol para a Alemanha, marcando pelo menos um, e vitória mínima da Holanda sobre Portugal.
Holanda - nenhum ponto

Sua situação é bem complicada. Precisa vencer Portugal por dois ou mais gols de diferença e torcer por derrota da Dinamarca para a Alemanha.

GRUPO C

Espanha - 4 pontos Vitória ou empate contra a Croácia sela a classificação. Se empatar, também se classifica. Se perder, estará classificado desde que a Itália não derrote os irlandeses.
Croácia - 4 pontos Se bater a favorita Espanha, avança como primeiro do grupo. Se empatar por dois ou mais gols, também estará classificada. Se ficar no 1 a 1, passa de fase caso a Itália não derrote a Irlanda dois ou mais gols de diferença, marcando ao menos três gols. Se empatar por 0 a 0 ou perder, pode se classificar caso a Itália tropece diante dos irlandeses.
Itália - 2 pontos Vencer a Irlanda por qualquer placar e torcer por um vencedor ou um empate sem gols no outro jogo. Se Espanha e Croácia ficarem no 1 a 1, a Itália precisa ganhar por dois ou mais gols de diferença, marcando ao menos três gols. Se perder ou se Espanha e Croácia empatarem por 2 a 2, o time italiano estará eliminado.
Irlanda - nenhum ponto Já está eliminada

GRUPO D

França - 4 pontos Precisa de um simples empate contra a já eliminada Suécia. Se perder, avança desde que a Ucrânia não passe pela Inglaterra. Caso seja derrotado e a Ucrânia ganhe dos ingleses, o time de Laurent Blanc ainda avança desde que derrota não seja por uma diferença maior de gols do que a derrota inglesa
Inglaterra - 4 pontos Basta empatar ou vencer a Ucrânia. Caso seja derrotada, classifica se França perder por mais gols de diferença diante da Suécia.
Ucrânia - 3 pontos Só a vitória diante dos ingleses classifica a anfitriã. Empate e derrota significam uma eliminação precoce.
Suécia - nenhum ponto Já está eliminada

DILÚVIO INTERROMPE PARTIDA ENTRE FRANÇA E UCRÃNIA

  • Rungroj Yongrit/EFE

    O início da rodada do grupo D foi atrapalhado por um verdadeiro 'dilúvio' que castigou a cidade de Donetsk e interrompeu o jogo entre França e Ucrânia. Com apenas quatro minutos, o juiz holandês Björn Kuipers decidiu paralisar a partida por causa de uma forte tempestade que caiu na cidade ucraniana. O que se via na Donbass Arena eram fortes ventos e muitos raios. Depois de quase uma hora, a bola rolou. E os franceses venceram por 2 a 0 e ficaram bem próximos da vaga.

FEMEN DIZ QUE TRÊS ATIVISTAS FORAM SEQUESTRADAS

  • Gleb Garanich/Reuters

    A onda de violência não para na Euro. Depois de agressões a voluntários, muita confusão fora dos estádios e atos racistas, o torneio continental registra o primeiro caso de sequestro. De acordo com o grupo feminista Femen, conhecido por suas integrantes realizarem protestos seminuas, três de suas ativistas teriam sido raptadas em Donetsk por um grupo de 15 homens, quando chegaram à cidade para o jogo entre Ucrânia e França. A policia ucraniana negou qualquer relação com o desaparecimento. Em 2011, as mesmas três protestantes já haviam sido sequestradas em Minsk, na Bielorrússia.

COMEMORAÇÃO COM 'JABÁ' PODE CUSTAR CARO PARA DINAMARQUÊS

  • Michael Probst/AP

    A inusitada comemoração do atacante dinamarquês Nicklas Bendtner na derrota para Portugal por 3 a 2 pode custar caro. A Uefa anunciou que abriu um processo disciplinar contra o atleta, que abaixou seu calção e deixou a cueca à mostra após marcar seu segundo gol no jogo. O detalhe é que havia uma marca de uma casa de apostas irlandesa na cueca do jogador, e a entidade que comanda o futebol local proíbe qualquer tipo de propaganda nos uniformes das seleções.

TORCEDORES ATIRARAM BANANA PARA OFENDER BALOTELLI

  • Gerry Penny/EFE

    As demonstrações de racismo de parte do público croata no jogo de quinta-feira não se limitaram às vaias e aos sons de macaco toda vez que o atacante italiano Mario Balotelli era acionado, como assegurou o jornal inglês Daily Mail. O fotógrafo Gerry Penny, da agência EFE, flagrou o momento em que uma banana atirada em campo foi recolhida por um segurança durante a partida. A Uefa prometeu rigor aos casos de racismo registrados durante a competição continental.

TELEVISÃO SE DESCULPA POR EXIBIR BANDEIRA DA URSS

  • Reprodução/TV

    O canal público polonês TVP1, desculpou-se por exibir a bandeira da antiga URSS no momento em que mostrava o resultados da Euro-2012, durante o programa de notícias Wiadomosci, ao invés da bandeira russa. O erro aconteceu na edição vespertina de quarta-feira. Piotr Krasko, principal apresentador do notíciario, disse que a imagem estava preparada para uma discussão anterior onde seriam apresentadas antigas partidas entre a Polônia e a URSS.

GOVERNO POLONÊS EXPULSA RUSSOS APÓS DESORDENS

  • STR/REUTERS

    O governo polonês já deixou claro que não vai tolerar confusões. Nesta sexta-feira, determinou a expulsão imediata de dois cidadãos russos punidos por gerar desordem e invadir o gramado do estádio Nacional de Varsóvia durante a partida entre Polônia e Rússia. Os homens também foram proibidos de circular por cinco anos pela região de Schengen.

CROÁCIA É PUNIDA POR TORCEDOR QUE BEIJOU TÉCNICO

  • AP Photo/Owen Humphreys

    Não foi só no empate contra Itália que a torcida da Croácia deu muito trabalho. Na estreia de sua seleção, na vitória por 3 a 1 sobre a Irlanda, um torcedor invadiu o gramado para dar um beijo no técnico Slaven Bilic, e os torcedores ainda usaram sinalizadores nas arquibancadas. Isso custou caro. A Comissão de Controle e Disciplina da Uefa multou em 25 mil euros (cerca de R$ 65 mil) a federação croata por esses incidentes.

Últimas de Esporte



Shopping UOL

UOL Cursos Online

Todos os cursos