Quarta-feira 10/02/2016 - 21:45

Independência, Belo Horizonte

2ª rodada

2
Atlético-MG Atlético-MG
  • Leonardo Silva
  • Lucas Pratto
Pós-jogo
0
Caldense-MG Caldense-MG

Matéria de teste para preview da ficha

Webmaster UOL

Do UOL, em São Paulo

Muricy Ramalho colocou em campo diante do Corinthians a sexta escalação do São Paulo em seis jogos em 2015. Por um misto de opção tática, preservação de jogadores e oportunidade aos jovens, o treinador são-paulino não repetiu o time na temporada. Nesta quarta, uma equipe surpreendente, com algumas mudanças inéditas para o clássico, não deu certo: o time foi dominado e derrotado sem contestação em Itaquera.

Na estreia, defesa com Toloi e Edson Silva, Thiago Mendes no meio e Kardec e Luis Fabiano no ataque. Depois, Lucão ganhou lugar na defesa, Pato no ataque; Ganso voltou ao meio. No clássico com o Santos, chance para o garoto Ewandro. Contra o Bragantino, última partida, esquema com três zagueiros, estreia de Doria e Centurión, com o garoto Boschilia entre os titulares.

Diante do Corinthians, foram três mudanças inéditas: pela primeira vez no ano, Michel Bastos atuou na lateral esquerda; Doria, que só havia atuado com três zagueiros diante do Bragantino, jogou em uma formação com dois defensores. O meio com Denilson, Souza, Maicon e Ganso também apareceu pela primeira vez em 2015.

As surpresas vieram depois de uma semana repleta de mistérios: enquanto Tite revelou a escalação corintiana na terça, Muricy fechou os treinamentos, e deixou claro desde a semana passada que não revelaria a escalação. A estratégia não deu certo.

Um dos principais destaques do time na temporada, Michel Bastos não repetiu as boas atuações na lateral. Após o jogo, repetiu um discurso adotado já no começo do ano, de que rende mais no meio de campo. "Eu sei jogar, lógico, mas acho que hoje eu posso dar um pouco a mais em outra posição. Hoje o Muricy optou por isso para dar possibilidade a outro jogador, tentei dar meu máximo. A gente sempre quer jogar na nossa função", disse.

Dória também não foi bem, e vacilou em alguns lances. Na saída de campo, se irritou com perguntas sobre seu preparo físico. "Com certeza, estou preparado sim", disse, antes de deixar a zona mista.

O meio até trocou mais passes do que o Corinthians, mas, com dois centroavantes de pouca velocidade, Maicon e Ganso não encontraram espaço para enfiar as bolas. Cássio praticamente não trabalhou no Itaquerão.

Depois da partida, o próprio Muricy Ramalho reconheceu que as mudanças não surtiram efeito. "Quis liberar os dois laterais, os dois atacantes e o Ganso, mas não surtiu efeito. Não teve penetração, não teve jogada de fundo do campo. Para classificarmos na Libertadores, é muito pouco. Só com isso não tem condições".

O São Paulo volta a campo no sábado, diante do Audax, no Morumbi. Possivelmente, terá a sétima escalação da temporada. A missão, agora, é encontrar o time ideal antes de voltar a atuar pela Libertadores, diante do Danubio, na quarta-feira.
 

Fases do jogo

  • 1º TempoUsando a partida como uma espécie de preparação para a Copa Libertadores, o Atlético ditou o ritmo do jogo desde o primeiro minuto. Sempre no campo de ataque, mas as boas chances criadas não foram aproveitadas por Patric, fosse por erro de finalização ou a opção errada na hora do passe. A Caldense buscava os contra-ataques, mas diante de um Atlético bem postado a única alternativa foram os chutes de fora da área. Sem sucesso diante de Victor. Apesar do domínio e da boa movimentação, o Atlético só conseguiu marcar aos 42 minutos. Dodô cobrou escanteio e Leonardo Silva marcou de cabeça.
  • 2º TempoDefensivamente o comportamento do Atlético foi muito parecido ao do primeiro tempo. Equipe bem postada e dificultando bastante a troca de passes da Caldense, que pouco conseguia entrar na área alvinegra. O gol de Lucas Pratto, logo aos 13 minutos, apenas facilitou a etapa final para a equipe comandada por Diego Aguirre. O Atlético diminuiu o ritmo, trocou jogadores, rodou a bola e garantiu a segunda vitória no estadual sem qualquer tipo de ameaça.

Destaques

  • Perto dos 30O zagueiro Leonardo Silva marcou mais uma vez com a camisa do Atlético. Somente em 2016 são três gols em cinco partidas disputadas. O gol diante da Caldense foi o 27º dele pelo clube. Leonardo Silva é zagueiro que mais gols tem na centenária história do Atlético.
  • Adeus, jejumLucas Pratto não marcava um gol de bola rolando desde o triunfo por 2 a 1 sobre o Palmeiras, pela 20ª rodada do Campeonato Brasileiro, no dia 23 de agosto de 2015. O jejum de pouco mais de cinco meses acabou aos 13 minutos da etapa final.
  • VariaçõesApesar de lateral direito, Patric começou a partida contra a Caldense fazendo uma função mais ofensiva. Atuando pela esquerda, na frente. Mas durante o jogo o camisa 29 foi deslocado para outros setores do campo. Em alguns momentos ficou como lateral esquerdo, com Douglas Santos atuando mais perto de Lucas Pratto. No segundo tempo Patric foi testado como atacante, mas pelo lado direito.
  • De novo, bandeira?Em 2015 a Caldense reclamou bastante do gol de Jô, que deu o título mineiro ao Atlético. O atacante estava em impedimento quando fez o segundo gol alvinegro. Assim como na decisão do ano passado, o segundo gol alvinegro também foi ilegal. Leonardo Silva e Lucas Pratto estavam em impedimento, não assinalado pelo trio de arbitragem.

Melhores

  • Leonardo Silva, Atlético-MGSeguro na defesa e decisivo na frente. O zagueiro marcou o primeiro gol do Atlético na noite e ainda deu o passe para o segundo, marcado por Lucas Pratto.
  • Patric, Atlético-MGContestado por parte da torcida, especialmente quando é escalado para atuar mais avançado, o camisa 29 deixou o gramado aplaudido. Fez boas jogadas e só não foi mais ovacionado por perder pelo menos duas boas chances de gol, ainda no primeiro tempo.

Piores

  • Ewerton Maradona , Caldense-MGMeia com boa visão de jogo e um dos remanescentes da Caldense vice-campeão, Maradona teve noite apagada no Independência e sequer terminou a partida.

Próximo Jogo - Atlético-MG

  1. Fluminense FLU
    Atlético-MG CAM

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos