1. Linense-SP LIN
    Red Bull Brasil RED
  2. São Bento SBE
    Rio Claro RCL
  3. XV de Piracicaba-SP XVP
    Ituano ITU
  4. Santos SAN
    Água Santa AGS
  5. Ponte Preta PON
    Ferroviária-SP FER

Sábado 12/03/2016 - 18:30

Pacaembu, São Paulo

9ª rodada

1
Santos Santos
  • Rafael Longuine
Pós-jogo
0
Água Santa Água Santa

Matéria de teste para preview da ficha

Webmaster UOL

Do UOL, em São Paulo

Muricy Ramalho colocou em campo diante do Corinthians a sexta escalação do São Paulo em seis jogos em 2015. Por um misto de opção tática, preservação de jogadores e oportunidade aos jovens, o treinador são-paulino não repetiu o time na temporada. Nesta quarta, uma equipe surpreendente, com algumas mudanças inéditas para o clássico, não deu certo: o time foi dominado e derrotado sem contestação em Itaquera.

Na estreia, defesa com Toloi e Edson Silva, Thiago Mendes no meio e Kardec e Luis Fabiano no ataque. Depois, Lucão ganhou lugar na defesa, Pato no ataque; Ganso voltou ao meio. No clássico com o Santos, chance para o garoto Ewandro. Contra o Bragantino, última partida, esquema com três zagueiros, estreia de Doria e Centurión, com o garoto Boschilia entre os titulares.

Diante do Corinthians, foram três mudanças inéditas: pela primeira vez no ano, Michel Bastos atuou na lateral esquerda; Doria, que só havia atuado com três zagueiros diante do Bragantino, jogou em uma formação com dois defensores. O meio com Denilson, Souza, Maicon e Ganso também apareceu pela primeira vez em 2015.

As surpresas vieram depois de uma semana repleta de mistérios: enquanto Tite revelou a escalação corintiana na terça, Muricy fechou os treinamentos, e deixou claro desde a semana passada que não revelaria a escalação. A estratégia não deu certo.

Um dos principais destaques do time na temporada, Michel Bastos não repetiu as boas atuações na lateral. Após o jogo, repetiu um discurso adotado já no começo do ano, de que rende mais no meio de campo. "Eu sei jogar, lógico, mas acho que hoje eu posso dar um pouco a mais em outra posição. Hoje o Muricy optou por isso para dar possibilidade a outro jogador, tentei dar meu máximo. A gente sempre quer jogar na nossa função", disse.

Dória também não foi bem, e vacilou em alguns lances. Na saída de campo, se irritou com perguntas sobre seu preparo físico. "Com certeza, estou preparado sim", disse, antes de deixar a zona mista.

O meio até trocou mais passes do que o Corinthians, mas, com dois centroavantes de pouca velocidade, Maicon e Ganso não encontraram espaço para enfiar as bolas. Cássio praticamente não trabalhou no Itaquerão.

Depois da partida, o próprio Muricy Ramalho reconheceu que as mudanças não surtiram efeito. "Quis liberar os dois laterais, os dois atacantes e o Ganso, mas não surtiu efeito. Não teve penetração, não teve jogada de fundo do campo. Para classificarmos na Libertadores, é muito pouco. Só com isso não tem condições".

O São Paulo volta a campo no sábado, diante do Audax, no Morumbi. Possivelmente, terá a sétima escalação da temporada. A missão, agora, é encontrar o time ideal antes de voltar a atuar pela Libertadores, diante do Danubio, na quarta-feira.
 

Fases do jogo

  • Primeiro tempoO Santos não demorou para se impor dentro de campo. Com o controle da partida desde os primeiros minutos, pressionou bastante o Água Santa. Buscou as ultrapassagens pelos lados e tirou proveito dos buracos que surgiam na marcação adversária nestas jogadas. Esses avanços pelas laterais aconteciam principalmente pela direita, seja pelos avanços de Victor Ferraz ou pelos cortes em diagonal de Gabriel. Foi por ali que nasceu o primeiro gol. Rafael Longuine recebeu de Victor Ferraz na entrada da área e bateu cruzado. A bola desviou em Eli Sabiá e entrou. O Santos chegou a criar algumas chances para ampliar, mas foi parado pelas boas defesas do goleiro Richard.
  • Segundo tempoO jogo recomeçou com um ritmo parecido com o que se via antes do intervalo: o Santos aproveitando os avanços pelas laterais em busca do segundo gol, mas parando em Richard. A situação se desenhou ainda mais desafiadora para o Água Santa aos dez minutos, quando André Rocha recebeu o segundo cartão amarelo e foi expulso. O técnico Márcio Ribeiro mexeu na equipe e colocou Augusto para tentar reforçar a marcação, evitando que o Santos encontrasse ainda mais liberdade para trocar passes. O time continuou sendo dominado na maior parte do tempo, mas conseguiu fechar um pouco melhor os espaços na marcação e encaixou alguns contra-ataques ameaçadores. Mas as chances mais perigosas de gol foram mesmo do Santos: em um chute de Paulinho de fora da área que bateu nas duas traves e em uma finalização de Ricardo Oliveira que Richard botou para escanteio.

Destaques

  • Rafael LonguineFoi o primeiro gol dele nesta temporada, logo em seu primeiro jogo como titular. Em 2015, foram dois. O último aconteceu no dia 13 de setembro, quando balançou as redes na derrota do Santos por 3 a 1 para a Ponte Preta, pelo Campeonato Brasileiro.
  • Força como mandanteApesar de o jogo não ter sido na Vila Belmiro, o Santos foi o mandante. Nesta condição, já faz mais de oito meses que o time não perde. A última derrota em casa aconteceu no dia 5 de julho de 2015, pelo Brasileiro, quando foi superado pelo Grêmio por 3 a 1.

Melhores

  • Victor Ferraz, SantosLevou muito perigo nos avanços pela direita. Acabou sendo o mais eficiente organizador de jogadas do Santos na partida.
  • Richard, Água SantaFez defesas difíceis durante os 90 minutos, evitando que o Santos construísse um placar mais elástico. Foi vencido apenas no gol de Rafael Longuine, em um lance no qual a bola só entrou após desvio na zaga.

Piores

  • André Rocha, Água SantaMostrou-se perdido na marcação, dando muito espaço para as articulações ofensivas do Santos. Além disso, foi expulso logo aos dez minutos do segundo tempo, diminuindo bastante as chances de reação da sua equipe.

Próximos Jogos - Santos

  1. Coritiba CTB
    Santos SAN
  2. Cruzeiro CRU
    Santos SAN
  3. Santos SAN
    Corinthians COR
  4. Barcelona-EQU BGU
    Santos SAN
  5. Botafogo BOT
    Santos SAN

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos