Bisping assume status de ídolo e Anderson enfrentará "caldeirão" em Londres

João Henrique Marques

Do UOL, em Londres

O cartaz na entrada da O2 Arena exibe a o aviso: "faltam três dias para o UFC voltar a Londres". É UFC Fight Night 84 a ser realizado no sábado que gera grande expectativa na cidade. O público local será a imensa maioria entre os cerca de 17 mil espectadores para empurrar o ídolo atual Michael Bisping diante do brasileiro Anderson Silva.

As entradas estão esgotadas há tempo, quase um mês, segundo informações de funcionários da bilheteria. Para eles, a explicação é a grande aceitação que Bisping tem no momento. O inglês é um público fiel ao UFC mesmo ainda sendo órfão de campeão.

"Sei que todos vão estar fazendo daquilo (O2 Arena) uma panela de pressão. Eu quero ser o primeiro inglês campeão da história desse evento. O Anderson é um degrau.  Os fãs ingleses merecem isso, confiam em mim e digo: 'tenham certeza que não vou decepcioná-los'", disse Bisping ao ser colocado como ídolo máximo do UFC inglês por uma pergunta feita pela emissora local BBC em evento de divulgação da luta na manhã desta quinta-feira, em Londres.

Nascido no Chipre, mas criado na Inglaterra desde pequeno – ele se diz inglês -, Bisping roubou o posto de Dan Hardy como ídolo no país. O ex-lutador foi inclusive o responsável por a luta em evento aberto aos fãs em uma loja esportiva, em Londres. "Vem aí o segundo maior, ou maior, como queiram, lutador da história da Inglaterra", brincou Hardy na apresentação de Bisping.

Dan Hardy é quem chegou mais perto de acabar com o jejum inglês no UFC. Ele disputou o cinturão do meio-médio contra Georges St-Pierre, em 2010, resistiu aos cinco assaltos, mas perdeu por decisão unânime dos juízes.

Após a derrota pelo título, o ídolo inglês perdeu mais três confrontos seguidos e não teve nem a ameaça de ser demitido. O motivo: ser midiático e inglês.

A Inglaterra é um dos países europeus com maior aceitação ao UFC. Esse será o 15º evento sediado. No entanto, o aviso de expectativa do cartaz tem a explicação nos dois anos de espera – último evento na Inglaterra foi o "UFC Fight Night Gustafsson vs Manuwa, em Londres, em março de 2014.

Boas lembranças para Anderson

Anderson já vai para a quinta luta na Inglaterra. No histórico são só vitórias, sendo três por nocaute e uma por decisão unânime dos juízes. O local foi considerado apropriado pelo lutador brasileiro.

"Eu sou de Curitiba, no Brasil, e vejo aqui uma cidade muito similar. É um clima acolhedor, de gente educada e que gosta da luta. A energia de Londres, a maneira como sou tratado por todos. Tudo isso me deixa muito excitado para a luta", comentou Anderson ao ser lembrado do histórico por um jornalista inglês. 

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.



Shopping UOL

UOL Cursos Online

Todos os cursos